Publicidade
Esportes
Craque

Cruzeiro é o campeão nacional de 2013

A Raposa venceu o Vitória da Bahia por 3 a 1 fora de casa e se sagrou campeã do Brasileirão 2013 com quatro rodadas de antecipação 13/11/2013 às 22:46
Show 1
A Raposa fez campanha irrepreensível no Brasileirão 2013 e conquista a taça
Bruno Strahm Manaus (AM)

O Cruzeiro se sagrou campeão com quatro rodadas de antecipação do Campeonato Brasileiro de 2013 ao vencer o Vitória da Bahia por 3 a 1 em pleno estádio do Barradão, em Salvador, na noite desta quarta-feira (13), válido pela 34º rodada do torneio. A Raposa atingiu 74 pontos em 23 jogos e não pode mais ser alcançada pelo Atlético Paranaense, segundo colocado do Brasileirão.

O Atlético Paranaense, com 58 pontos, perdeu nesta 34º rodada para o desesperado Criciúma por 2 a 1 no estádio Eriberto Hulse, em Santa Catarina. O resultado impediu que o Furacão alcançasse a primeira colocação, consagrando o clube mineiro como primeiro lugar absoluto na tabela pela temporada.

Tricampeão nacional

Júlio Baptista, Willian e Ricardo Goulart marcaram os gols que deram o terceiro título de campeão brasileiro a Raposa. A última vez que a equipe, atualmente comandada por Marcelo Oliveira, havia levantado o caneco nacional foi em 2003, em uma campanha memorável onde foi campeão estadual mineiro, da Copa do Brasil e do Brasileirão.

O incontestável título de campeão nacional de 2013 veio após 18 rodadas na ponta da tabela e um belo futebol apresentado por Marcelo Oliveira. O técnico, por sinal, foi muito festejado pelos jogadores, que reconheceram o trabalho realizado pelo comandante.

Marcelo Oliveira afastou a fama de pé frio que o acompanhou nos últimos anos após dois vice campeonatos da Copa do Brasil à frente do Coritiba contra Vasco e Palmeiras, em 2011 e 2012, respectivamente.

Corinthians afasta chance de rebaixamento

Quem também teve o que festejar nesta rodada foi o Timão, que atingiu 48 pontos após vencer o Coritiba no Couto Pereira, no Paraná, por 1 a 0, com gol de Guilherme aos 19 minutos da etapa final. O resultado trouxe segurança à equipe e tirou um peso dos ombros do técnico Tite, que vem sendo contestado por parte da diretoria corinthiana.


Publicidade
Publicidade