Publicidade
Esportes
Craque

Daniele Hypolito tem desempenho ruim em Mundial na Bélgica

Competindo com uma lesão no tornozelo esquerdo, a brasileira ficou bem distante do grupo de classificadas para as finais das provas das barras assimétricas e da trave 03/10/2013 às 08:31
Show 1
Brasileira teve um desempenho ruim no Mundial na Bélgica
jornal a crítica ---

Daniele Hypolito não conseguiu ter sucesso nessa quarta-feira (02) nas eliminatórias do Mundial de Ginástica Artística, realizado em Antuérpia, na Bélgica. Competindo com uma lesão no tornozelo esquerdo, revelada apenas nesta quarta pela própria ginasta, a brasileira ficou bem distante do grupo de classificadas para as finais das provas das barras assimétricas e da trave.

Hypolito, que chegou a se desequilibrar para frente na hora de concluir a sua apresentação nas barras assimétricas, amargou uma nota muito baixa no aparelho: 10,866. Para efeito de comparação, a alemã Sophie Scheder avançou à final com 14,566 pontos na oitava colocação das eliminatórias.

A brasileira teve um desempenho melhor na trave, na qual teve uma nota bem superior (13,866), mas a pontuação contabilizada a deixou apenas na 13.ª posição, sendo que apenas as oito primeiras colocadas das eliminatórias vão à final.

Apesar das eliminações, Daniele evitou culpar o problema no seu tornozelo esquerdo pelo desempenho abaixo do esperado por ela própria. A lesão ocorreu em um treinamento e a ginasta revelou que chegou a romper parte de um ligamento do tornozelo, mas mesmo assim deixou claro que se via em condições de avançar às finais da trave, após ter encarado a prova das barras assimétricas como um aquecimento para o outro aparelho.

“Com tudo que aconteceu durante os treinamentos, com dor e tudo mais, acho que foi bom. Não quero falar de lesão. Eu vim aqui, fiz a trave e não caí. A paralela era mais para aquecer. Cheguei no aparelho que era o meu mesmo e fiz a trave direitinho. Infelizmente, precisava ter sido melhor do que foi. Agora é treinar para o ano que vem para se classificar para o Pré-Olímpico”, disse Daniele, vice-campeã mundial da prova do solo em 2001, em entrevista logo após as disputas desta quarta.

Já nas eliminatórias do individual geral, a brasileira Leticia Costa terminou em 28.º lugar e também não avançou à final. Ela contabilizou 52,665 pontos, sendo que as 24 primeiras colocadas se garantiram na disputa por medalhas.

Eliminada, Daniele irá agora ficar na torcida pelo seu irmão, Diego, que está classificado para as finais das provas do solo e do salto.

Publicidade
Publicidade