Sábado, 25 de Maio de 2019
Craque

Danilo Rios já tem data para deixar o Maringá e está na ‘pista’

Jogador é nome forte na diretoria do clube para esta temporada, que é comandado pelo técnico que "redescobriu" o jogador no Naça. Meia se tornou ídolo do clube por causa da boa campanha de 2013



1.jpg
Arrancadas, assistência e os gols feitos fizeram Rios se tornar ídolo no clube
09/04/2015 às 22:26

Quem não conhece Danilo Rios? O jogador não brilhou nos grandes clubes de futebol do Brasil, mas numa temporada só arregimentou o sentimento de muito torcedor azulino e se tornou ídolo do Nacional, levando o clube aonde nenhuma equipe amazonense jamais chegou: a quarta fase da Copa do Brasil e por pouco não conseguiu a classificação para a - tão sonhada - Série C.

Mesmo sem levantar uma taça com a camisa do Leão, o jogador deixou marcas principalmente pelas suas arrancadas, assistência e os gols feitos. Prestes a encerrar o vínculo com o seu atual clube, o Maringá-PR, eliminado nas semifinais do Campeonato Paranaense, o jogador tem apenas mais um jogo com o clube pela Copa do Brasil e depois encerra o contrato com o clube do Sul.

“Tenho mais um jogo pela Copa do Brasil dia 15 contra o Madureira e depois meu contrato se encerra”, disse o jogador que diz ter recebido  propostas de diversos clubes.

“Ao longo do campeonato eu tive várias propostas, mas não analisei porque estava com o campeonato em andamento”, admitiu Danilo, destacando que ainda possui contato com os dirigentes do clube manauara.

“Sempre converso com os dirigentes e amigos do Nacional. Tenho um bom relacionamento com todos e tenho um carinho muito grande pelo clube. Sempre me coloquei à disposição. Se eles precisarem de mim estarei aqui”, afirmou.

Entristecido com a eliminação na última quarta-feira (08) para o Londrina, Rios garantiu que ainda quer voltar a vestir a camisa do Mais Querido.

“Gostei muito daí (Manaus), e sabemos que não depende só de mim para voltar. Vou resolver minha vida nesses dias e ver o que vai acontecer”, frisou o meia.

Lana o “culpado”

O que poucas pessoas sabem é que “o atual” técnico Aderbal Lana foi quem fez o jogador se tornar ídolo do clube.

O experiente treinador assumiu o clube no Campeonato Amazonense de 2013 depois da queda de Vilson Tadei - que trouxe Danilo para o Amazonas -, e tirou o jogador da lista de dispensa.

“Quando eu assumi o Nacional em 2013 o nome dele estava na lista de dispensa. Mas não teve nada de excepcional e se firmou como um bom jogador e se tornou ídolo”, admitiu o treinador, que descobriu o ídolo fazendo o que sabe fazer de melhor.

“Fiz o mesmo que está acontecendo agora no clube, fiz a equipe ter posicionamento dentro de campo e o jogador que é bom jogador entende tranquilamente aquilo que tem que ser feito”, ressaltou Lana, que nunca escondeu que possui vontade de contar jogador para nesta  temporada.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.