Terça-feira, 18 de Junho de 2019
BAREZÃO

De virada, Rio Negro vence jogo disputado e rebaixa o Sul América no Barezão 

Com o resultado, o Sul América foi rebaixado para a série B do Campeonato Estadual e o Rio Negro, apesar da vitória, permanece na corda bamba brigando para não cair à "segundona"



614482a3-fe03-43c3-8b54-70da3a634a74_B2AAE9AF-F7C6-4544-BA8B-A9ABEB3BA54E.jpg Foto: Sandro Pereira
30/03/2019 às 21:41

Com gol heróico no fim do jogo, o Rio Negro venceu o Sul América por 3 a 2 na noite deste sábado (30), no estádio Ismael Benigno, a Colina, em jogo pelo Campeonato Amazonense de Futebol, o Barezão. Os gols da partida foram marcado por Ronilson, Balotelli e Espiga para o Rio Negro. Ramon e Salgado anotaram os gols do Sul América.

Com o resultado, o Sul América foi rebaixado para a série B do Campeonato Estadual e o Rio Negro, apesar da vitória, permanece na corda bamba brigando para não cair à "segundona" ou conseguir chegar as semifinais do segundo turno do campeonato.

Na última rodada do segundo turno, o Rio Negro encara o clássico contra o Nacional, na quarta-feira (3), e o Sul América recebe o Penarol na quinta (4). As duas partidas acontecem no estádio Ismael Benigno, a Colina. 

O jogo

Aos 2 minutos o Sul América teve a primeira grande chance do jogo, pelo setor direito com Napão, que recebeu na entrada da grande área, inflitrou e chutou cruzado de perna esquerda pra defesa de Guanair. Pressionando o Galo, aos 5 minutos chegou com perigo, na cobrança de falta de Ramon, o centro avante Napão desviou de cabeça.

Aos 7 minutos, o Trem da Colina ameaçou de novo, Magno fez boa jogada na direita, invadiu a grande área cruzou e Max no arremate acertou a trave esquerda da meta do Galo.

A pressão do Sul  América seguia forte nos 10 primeiros minutos, e o goleiro Guanair do Rio Negro segurava as finalizações do "vagão ofensivo" do Sul América. 

Com 20 minutos de jogo, o Rio Negro passou a atacar o Sul América, e na infiltração na grande área de Espiga o atacante chutou cruzado para o meio da pequena área, mas não apareceu ninguém para finalizar e a bola passou direto pra linha de fundo.

Aos 24 minutos, o Sul América teve mais uma grande chance quando Rogério Pedra invadiu a grande área, tocou pra Max e na finalização o jogador do Sulão errou o tempo da bola e chutou muito mal. 

Aos 30 minutos Dassayaev acertou chute forte no travessão assustando o goleiro do "Barriga Preta". O Rio Negro buscou chegar ao gol apostando na velocidade do jovem atacante que invadiu a grande área, mas finalizou por cima do gol aos 38 minutos. No jogo lá e cá, no minuto seguinte, Napão dentro pequena área finalizou pra fora. 

Aos 43 minutos Ramon abriu o placar para o Sul América com chute da entrada da grande área no canto esquerdo do goleiro Guanair.

Em cobrança de falta aos 46 minutos, Soeiro mandou chute com perigo da linha lateral da grande área, mas o goleiro Darlan mandou para a linha de fundo e o juiz apitou o fim da primeira etapa. 

Segundo tempo

O segundo tempo começou bastante disputado e aos 6 minutos Ronilson empatou para o Rio Negro com chute da entrada da grande área no canto esquerdo de Darlan. 

Na colina aos 8 minutos, Balotelli cruzou a bola para cima do goleiro Darlan, e num momento de lambança Darlan acabou entrando com bola e tudo, e o juiz em cima do lance acabou validando o segundo gol do Galo para o delírio da torcida Rio Negrina.

Com 20 minutos o jogo ganhava um tom cada vez mais dramático e as duas equipes adotavam um sistema de jogo cada vez mais aberto. Aos 26 minutos o Trem da Colina teve boa chance no chute de fora da área de Salgado, e na defesa de dois tempos, o goleiro Guanair guardou a meta. 

Aos 41 minutos o Sulão empatou com bela jogada de Derick pelo setor direito, cruzou ao meio da pequena área e Salgado balançou as redes do Galo. E no contra ataque aos 51 minutos Espiga fez o gol que sacramentou a vitória do Galo em cima do rebaixado Sul América.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.