Publicidade
Esportes
Craque

‘Décadence avec élégance’: Seleção Olímpica perde ritmo e invencibilidade para a França

Time Sub-23 do Brasil abriu o marcador contra a equipe Sub-21 francesa, mas cansou no final e perdeu após um ano sem derrotas. Seleção comandada por Rogério Micale caiu por 2 a 1 em sua caminhada rumo ao ouro na Rio 2016 08/09/2015 às 17:31
Show 1
Garotos do Sub-21 da França venceram a Seleção Olímpica do Brasil.
ACRITICA.COM Manaus (AM)

Em fase de testes para os Jogos Olímpicos de 2016, a Seleção Brasileira Sub-23 enfrentou a equipe sub-21 da França nesta terça-feira (8), em Le Mans. Sob o comando do técnico Rogério Micale, os brasileiros saíram na frente, mas não seguraram o ímpeto dos franceses na etapa final e saíram derrotados. Revés contra o time Sub-21 da França foi o primeiro desde setembro do ano passado – inicio do projeto olímpico.

No primeiro tempo da partida, o Brasil buscou os gols principalmente pelo lado esquerdo com Wendell, um dos melhores jogadores em campo. Foi do lateral, inclusive, o cruzamento que resultou no gol da Seleção.

Tentando evitar que a bola chegasse a Kenedy ou a Alisson, o zagueiro Kimpembe se esticou para fazer o corte, mas acabou marcando contra. No entanto, minutos depois, no contra-ataque, a França conseguiu o empate. Haller finalizou no canto esquerdo, a bola tocou na trave e nas costas do goleiro Ederson, e acabou voltando nos pés de Amavi, que não desperdiçou: 1 a 1.

Segundo tempo de mudanças

Rogério Micale fez nove alterações no segundo tempo, mas a França foi superior. A equipe adversária cresceu, enquanto a brasileira não conseguiu criar boas jogadas para ampliar o placar.

Aos 25, em cobrança de falta a favor do time da casa, Rodrigo Caio falhou e Haller aproveitou a chance para virar o placar. A melhor chance do Brasil na etapa final foi com Luan, que chutou forte da entrada da área e fez a bola bater na parte de dentro da trave francesa. A França administrou a vantagem até o final e garantiu a vitória.

O Brasil foi a campo com: Ederson; Maicon (Wallace Oliveira), Wallace (Rodrigo Eli), Dória (Marlon) e Wendell (Jorge); Rodrigo Caio (Eduardo Henrique), Lucas Silva (Otávio/Danilo), Felipe Anderson (Andreas Pereira), Alisson e Kenedy (Kelvin); Luan (Carlos).


Publicidade
Publicidade