Publicidade
Esportes
Cidadão Amazonense

Dedé Pederneiras recebe título de Cidadão Amazonense concedido pela ALE-AM

O técnico de MMA e jiu-jítsu André “Dedé” Pederneiras, de 49 anos, líder da academia Nova União do Rio de Janeiro e grande apoiador dos atletas amazonenses que buscam projeção nacional e internacional no concorrido mundo das lutas 08/06/2016 às 17:17 - Atualizado em 08/06/2016 às 17:29
Show homenagem andr  pederneiras   foto 1   by jimmy christian
A cerimônia foi na manhã desta quarta-feira (8) (Foto: Emanuel Menezes/Emanuel Sports)
acritica.com* Manaus (AM)

Uma atmosfera esportiva tomou conta da Assembleia Legislativa do Amazonas nesta quarta-feira, 8 de junho, durante a cerimônia de outorga do título de Cidadão Amazonense ao técnico de MMA e jiu-jítsu André “Dedé” Pederneiras, de 49 anos, líder da academia Nova União do Rio de Janeiro e grande apoiador dos atletas amazonenses que buscam projeção nacional e internacional no concorrido mundo das lutas.

A sessão foi prestigiada por mestres de renome que coordenam aproximadamente 50 projetos sociais de jiu-jítsu, submission e MMA no Amazonas. Com um tatame montado no plenário Ruy Araújo, houve também uma rápida apresentação de jiu-jítsu de crianças que participam da equipe Nova União Kids, coordenada pela professora Karina Dias e pelo professor Diego Dias no bairro do Alvorada – berço do ex-campeão da categoria pena (até 66 kg) do UFC, José Aldo Júnior.

Os pronunciamentos das autoridades foram todos no sentido de exaltar os valores do esporte como instrumentos capazes de colocar os jovens no caminho da cidadania, da qualidade de vida e da inclusão social.

A comenda foi uma propositura da deputada estadual Alessandra Campêlo (PMDB). A deputada Alessandra Campêlo destacou a contribuição de Dedé para o crescimento do esporte da Região Norte desde os anos de 1990, quando o carioca passou a acolher atletas do Amazonas em sua academia no Rio de Janeiro.

“O que me motivou a conceder o título de Cidadão Amazonense ao Dedé foi exatamente essa ligação que ele tem com o Estado do Amazonas e com a cidade de Manaus através do jiu-jítsu. Eu considero o Dedé não só um professor, um mestre, mas um militante do esporte não só por ter formado diversos campeões como o José Aldo e o Marcos Loro, mas por ter espalhado no Amazonas a filosofia dos projetos sociais”, destacou a parlamentar.

 O presidente da Comissão de Esporte e Lazer da ALE-AM, deputado Augusto Ferraz (DEM), aproveitou a oportunidade para pedir mais apoio aos atletas amazonenses, pois segundo ele o esporte contribui para uma sociedade mais saudável. Carateca por formação e apoiador de diversos atletas e projetos sociais de lutas, Ferraz disse que o Estado e o Município não dão o valor merecido aos atletas.

“Eu também sou do mundo do esporte, sei o quanto o esporte é importante para todos nós, mas o Estado e o Município não dão o devido valor que merecemos. Esporte é saúde, é educação, é disciplina e precisa de mais apoio dos governantes”, afirmou o deputado, sugerindo investimentos na revelação de novos talentos principalmente no interior do Estado, onde a dificuldade é maior.

O deputado Luiz Castro enalteceu o alcance nacional e internacional da Nova União e elogiou a contribuição social da equipe no desenvolvimento do esporte no País.

“A preocupação do Dedé não é só com o Rio de Janeiro, não é só com os atletas que estão atuando, treinando e lutando lá na sede da Nova União, mas é com os atletas de todo o Brasil”, comentou Castro, citando a filosofia a ser implantada no novo centro de treinamento da Nova União na Cidade Maravilhosa.

 Palavra do homenageado

Dedé Pederneiras agradeceu a deputada Alessandra Campêlo e o Poder Legislativo pela concessão do título de Cidadão Amazonense, exaltou o papel do mestre Nonato Machado para o crescimento da Nova União na região e finalizou destacando o talento dos lutadores do Amazonas que buscam a projeção a partir dos intercâmbios no Rio de Janeiro.

“Receber atletas do Amazonas para mim sempre foi muito bom no sentido de que eu nunca peguei um frouxo do Amazonas. Todo atleta que veio do Amazonas para treinar na minha academia eram atletas que eu sabia que podiam ganhar ou perder, mas deixar de lutar ou amarelar numa luta essa situação eu nunca tive lá. Sempre falei que o atleta amazonense tem dois corações”, encerrou Pederneiras, sob os aplausos da galera.

O secretário estadual de Esportes, Fabrício Lima, destacou que apesar da crise o Governo tem se esforçado para ampliar o apoio aos atletas e pediu a colaboração do Legislativo no sentido de apresentar emendas ao orçamento para os projetos esportivos.

 Autoridades presentes

Participaram da atividade os secretários estadual e municipal de Esportes, Fabrício Lima e Luís Neto, o presidente da Nova União no Amazonas, mestre Nonato Machado, o presidente da Federação Amazonense de Jiu-Jítsu Profissional (FAJJPRO), João Bosco Júnior, e o 1º Tenente Daniel da Silva Dias, representante do Comando do 9º Distrito Naval. A sessão foi presidida pelo deputado estadual Belarminino Lins (Pros), contando também com a participação dos deputados Augusto Ferraz (DEM), Luiz Castro (Rede) e Adjuto Afonso (PDT).

Publicidade
Publicidade