Domingo, 17 de Novembro de 2019
Craque

Déficit no orçamento força organizadores da Copa da Rússia aumentar valor dos estádios

Ministro dos Esportes russo afirmou que a organização do Mundial de 2018 está buscando alternativas para custear obras. Cerimônia de abertura poderá ser em estádio que não receberá partidas



1.jpg Ministro dos Esportes da Rússia, Vitaly Mutko, admitiu que orçamento para Copa pode estourar.
---
27/12/2014 às 09:56

O comitê organizador local da Copa do Mundo de 2018, na Rússia, terá um déficit no orçamento do próximo ano, afirmou o ministro do Esporte do país, Vitaly Mutko, nesta sexta-feira (26).

Mutko fez a revelação em encontro realizado pela diretoria da organização, da qual ele é membro.



"Teremos um déficit orçamentário para 2015. O comitê organizador está buscando o apoio de fontes independentes", disse o ministro à agência de notícias R-Sport.

"Os custos de construção dos estádios não mudaram por enquanto, porém os preços de mercado podem levar a uma mudança a esse respeito."

Mutko disse ainda que a cerimônia de abertura do Mundial pode acontecer no estádio Dynamo, que não vai receber nenhuma partida durante o torneio, em vez de no Luzhniki, como originalmente planejado.

"O comitê organizador está avaliando a possibilidade de realizar a cerimônia de abertura um dia antes da partida de abertura no Estádio Dynamo", declarou o ministro.

Nesta sexta-feira foi assinado contrato para a construção do estádio em Rostov-on-Don, o último a ser aprovado.

A Copa do Mundo de 2018 terá 12 estádios em 11 cidades, sendo dois em Moscou e um cada em São Petersburgo, Samara, Saransk, Rostov-on-Don, Sochi, Kazan, Kaliningrado, Volgogrado, Nizhny Novgorod e Yekaterinburgo.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.