Domingo, 15 de Dezembro de 2019
Craque

Del Nero, o inocente: interrogado na CPI, presidente licenciado da CBF diz que vai provar inocência

O dirigente esteve nesta quarta-feira (16) em sessão da CPI do Futebol no Senado, onde voltou dizer que não é culpado das acusações feitas em processo na Justiça dos Estados Unidos: "vou demonstrar a minha inocência"



1.jpg Del Nero voltou a afirmar que é inocente.
16/12/2015 às 15:13

 

O presidente licenciado da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Marco Polo Del Nero, disse nesta quarta-feira em depoimento à CPI do Futebol, no Senado, que vai provar sua inocência, depois de ser indiciado nos Estados Unidos por acusações de corrupção.



"As pessoas podem ser indiciadas, mas têm o direito de fazer sua defesa e vou provar que há um equívoco muito grande neste indiciamento americano... Vou demonstrar a minha inocência", disse Del Nero a senadores.

Questionado pelo presidente da CPI, o ex-jogador e senador Romário (PSB-RJ), se a CBF é uma instituição corrupta, o dirigente respondeu: "Não, que eu saiba não. Eu não sou corrupto."

Del Nero foi indiciado pela Justiça dos EUA no começo deste mês acusado de receber propina em contratos ligados a competições no Brasil e na América do Sul. Ele, então, se licenciou da presidência da CBF para se defender.

"Pedi licença para poder me defender", argumentou Del Nero, acrescentando que também deixou suas funções nos comitês da Fifa e da Conmebol para se defender das acusações.

O dirigente foi eleito presidente da CBF no ano passado, mas assumiu o cargo em abril deste ano ao suceder o presidente José Maria Marin, que foi preso em maio na Suíça junto com outros dirigentes do futebol mundial na maior operação já feita contra a corrupção neste esporte.

Del Nero garantiu no depoimento que não presenciou nenhuma "irregularidade" cometida por Marin.

Desde a prisão de Marin, Del Nero não viajou ao exterior para acompanhar a seleção brasileira ou participar de reuniões da Fifa.

Segundo ele, seus advogados o aconselharam a ficar no país. Perguntado por Romário se tinha medo de ser preso, Del Nero reafirmou: "Meus advogados me aconselharam."




Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.