Sábado, 14 de Dezembro de 2019
CAMPEONATO NACIONAL

Delegação baré conquista uma medalha nos Jogos Universitários Brasileiros

Carateca Anna Júlia Ximenes fatura única medalha da delegação amazonense nos JUBs, maior torneio universitário do país. Campeonato ocorreu de 21 a 27 deste mês, na Bahia



zA012902_R_FC8757FE-3039-48A2-9EA5-0D49B20AFE05.JPG Foto: Divulgação
29/10/2019 às 15:55

Os Jogos Universitários Brasileiros (JUBs), competição que reúne o futuro do esporte em alto nível no Brasil, contou com participação tímida de atletas amazonenses na disputa por medalhas. Ao total, 98 guerreiros barés viajaram até o litoral nordestino, na Bahia, para representar o Amazonas no maior torneio universitário do país, entre os dias  21 e 27 de outubro. O balanço geral não é dos mais animadores: em sete modalidades coletivas nenhuma deu retorno em medalha. Dos seis esportes individuais disputados, o Estado acumulou “solitária” medalha no karatê, terminando a participação baré em 13 modalidades com apenas um aparição no pódio.

Esse resultado poderia ser ainda mais “magro” se não fosse Anna Júlia Ximenes. Verdadeira heroína do karatê, a amazonense de 19 anos lutou a categoria Kumitê Sênior Feminina até 50kg e faturou a medalha de ouro ao bater Manuella Guimarães, da Universidade Tiradentes (Unit), de Sergipe.



 “Eu fiquei com o sentimento de dever cumprido com meu estado. Voltar com uma medalha, principalmente a de ouro, já me deixa feliz e aliviada. Foi apenas uma medalha, mas foi algo muito significativo”, disse a jovem atleta que retorna hoje (29) à Manaus.

Anna Júlia revelou que não estava confiante para disputa do JUBs, devido a rotina cheia durante a semana. “Estava em um período que precisava conciliar estágio, faculdade e treino. Isso acabou me deixando com alguns pensamentos que talvez não iria me sair bem”, contou a atleta que afastou qualquer dúvida sobre sua capacidade ao subir no lugar mais alto do pódio. 

O segundo melhor resultado da delegação baré foi conquistado pelo time feminino de futsal da universidade Maurício de Nassau. A equipe alcançou o quarto lugar com apenas seis jogadoras no elenco. Todas são atletas do Esporte Clube Iranduba acompanhadas do técnico José Said.

“A campanha foi excelente, fizemos cinco jogos seguidos com apenas seis jogadoras. Foi sacrifício”, declarou Gisele, que atua como ala no futsal e lateral-esquerda nos gramados.

Para Lilian Valente, vice-presidente da Regional Norte da CBDU e presidente da Federação Amazonense Universitária de Desporto (Faud), o trabalho a longo prazo tem sido bom. 

“É um trabalho de cinco anos, saímos da 23ª  posição e agora estamos na 14ª no ranking. Nos próximos anos mais medalhas virão”, ponderou sobre a ascensão do estado no ranking geral do JUBs.

News whatsapp image 2019 06 21 at 16.12.51 7cbfadd4 8d2b 47cf a09e 336b83276e71
Repórter de A CRÍTICA

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.