Publicidade
Esportes
BRASILEIRO

Dependendo apenas de si, Princesa enfrentará Real Ariquemes com reforços

Vindos do Manaus FC, Hamilton e Helton chegam para ajudar o Tubarão na saga em busca do acesso à Série C do Brasileiro 25/06/2017 às 05:00
Show show spo es5992
Foto: Evandro Seixas
Camila Leonel Manaus (AM)

O Princesa do Solimões enfrenta o Real Ariquemes às 17h deste domingo (25), pelo horário de Manaus, no estádio Valerião, em Rondônia. A um empate da classificação, a equipe de Manacapuru precisará fazer o que ainda não fez no Campeonato Brasileiro: pontuar fora de casa. Mas para conseguir o objetivo, contará com dois reforços: Hamilton e Helton.

Os jogadores vêm do Manaus FC, atual campeão amazonense e, assim como fizeram história no Barezão, pretendem passar no Tubarão e deixar seus nomes na história. “É um desafio bom. Temos outra história para fazer que é subir um time para a Série C, coisa que ainda não aconteceu com os times amazonenses. Então vamos trabalhar porque tem guerra ai”, disse o polivalente Hamilton.

O zagueiro Helton, chegou em Manacapuru na quinta retrasada e disse que já conseguiu se entrosar rapidamente. “Cheguei quinta, mas quando você está num grupo bom, unido e cheio de pessoas do bem, você chega e se sente à vontade”, explicou o defensor que já atuou na Série D pelo Náutico, de Roraima em 2013 e 2014. Já Hamilton foi integrado ao grupo na segunda-feira e garante que, com vários conhecidos, já sente como se jogasse na equipe “há mais de um mês”.

Um dos conhecidos e diretamente “beneficiados” com a chegada de Hamilton é o atacante Weverton, que conhece Hamiton de longa data e comemora a ajuda lá na frente. “Particularmente o Hamilton é meu amigo e meu vizinho. Jogamos junto na base e conheço ele há bastante tempo. Crescemos jogando junto e é um reforço bom que vai ajudar pra caramba. Nós estávamos precisando de um jogador assim que desse um suporte na frente porque tinha eu, o Branco e o Marinelson mas o Hamilton vai somar bastante”, disse o jogador que destacou a importância do reforço já que Branco cumpre suspensão pelo terceiro cartão amarelo no jogo contra o Atlético do Acre.

Confiança, mas com cautela

No grupo A1, o Princesa do Solimões ocupa a segunda colocação com nove pontos, mesma pontuação do terceiro colocado, Trem. O líder é o Atlético do Acre, com 10 pontos, que joga em casa.

Apesar de depender só de si, o Tubarão terá que pontuar fora de casa. Mas o retrospecto longe do Gilbertão é de dois jogos e duas derrotas para Atlético do Acre e Trem.

O técnico Alberone destaca que o Real, mesmo desclassificado, pode ser perigoso. “É um jogo perigoso, jogar com uma equipe que não almeja mais nada na competição. O Real teve um jogo na quinta, semifinal do rondoniense, contra o Trem usaram um time alternativo e criaram dificuldade. Foi 2 a 1 o jogo e esse jogo nosso a gente não espera que seja diferente. O que tem que fazer em campo é ter foco, concentração para conseguir o nosso primeiro objetivo, que é passar de fase”, disse.

Mais confiante, Weverton prega foco, mas acredita na classificação. “Temos que focar e classificar. A Série C tá bem aqui logo. Tudo e possível ao que crê. Falta seis jogos para o acesso, então estamos focados e creio que vamos chegar longe”.

Publicidade
Publicidade