Quarta-feira, 19 de Fevereiro de 2020
CLÁSSICO

Barezão 2020: Fast Clube duela com São Raimundo nesta terça-feira (28)

O Rolo Compressor vive jejum de 14 partidas sem vencer no Campeonato Amazonense. A última vitória da equipe no estadual foi contra o Princesa do Solimões, no dia 27 de fevereiro de 2019



jogador_0CF1B335-23C9-41C0-9F8E-DA7D867DC114.JPG Foto: Sandro Pereira/Freelancer
28/01/2020 às 10:53

Após dois anos de espera, os amantes do esporte bretão baré enfim voltarão a prestigiar o “clássico São-Fast”. O embate, válido pela terceira rodada do Barezão, coloca Fast Clube e São Raimundo frente a frente, hoje (28), às 20h, no estádio Ismael Benigno, a Colina. A partida conta com transmissão ao vivo da TV A Crítica. 

O confronto deste ano rememora situações vividas em 2018, como a última partida realizada entre as equipes no Estadual, vencida por 1 a 0 pelo São Raimundo. O jogo foi realizado com portões fechados no estádio Gilbertão, em Manacapuru (distante a 68 km de Manaus). Na época, o ‘Rei do Norte’, vivia momento de crise dentro e fora de campo e carregava jejum de 19 jogos sem vencer no Estadual. Ainda na derradeira temporada, o Alviceleste Colinenense acabou rebaixado pela segunda vez à Série B do Barezão. 



Em situação semelhante, o Rolo Compressor encara um dos piores inícios de estaduais dos últimos anos e já soma 14 partidas sem vencer no Amazonense,  contando com a última edição do torneio, em 2019. A equipe tricolor venceu pela última vez no torneio, o Princesa do Solimões, no dia 27 de fevereiro de 2019. 

Lei do ex?

Deficiente no ataque com apenas um gol em dois jogos no Amazonense, o Fast Clube tem como aposta o atacante Ray, que busca mudar essa escrita no Barezão. O camisa 19 do Rolo Compressor tem a chance de fazer valer a “lei do ex” contra o São Raimundo – clube que defendeu na Série B do Barezão no fim de 2019. 

“É mais um jogo difícil, e o São Raimundo vem com uma vitória e o jogo vai ser difícil demais, porque é na casa deles, a Colina. A gente tem que focar, trabalhar bastante e corrigir os erros que cometemos na última partida, e fazer de tudo pra vencer, porque a gente não pode esperar mais. Espero que a gente consiga a vitória e quem sabe eu faça um gol pra gente dar continuidade no campeonato”, destacou o atacante fastiano.

Mudança de postura

Comandados pelo técnico Wladimir Araújo, o Fast Clube é o último da tabela com duas derrotas em dois jogos. O treinador do Rolo Compressor pontuou os quesitos a serem melhor desenvolvidos para conquistar a primeira vitória a frente da equipe.

“Precisamos estar mais agrupados, mais juntos, pra não ter que correr atrás do adversário. O Fast precisa reabilitar, e está faltando um pouco dessa criação nossa, e do poder de finalização, então acredito que a tendência é crescer, nessa movimentação nossa na parte ofensiva”, enfatizou Wladimir Araújo.

News 48367672 1136721996505445 2342939255929569280 n 2dad860c 0057 4e2e b7f5 f53181960f2f
Repórter do Craque
Jornalista formado na Ufam, campus de Parintins. Estudante de pós-graduação em jornalismo esportivo na Universidade Estácio de Sá. Repórter do Caderno de Esporte ‘Craque’ de A Crítica desde novembro de 2018.

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.