Publicidade
Esportes
COMPETIÇÕES

Desafio Rei e Rainha da Praia de Beach Wrestling ocorre neste domingo (5)

Competição será na quadra de areia da Ponta Negra, em Manaus, a partir das 8h, e vai pagar mais de R$ 3 mil como premiação aos atletas da elite 31/01/2017 às 16:11 - Atualizado em 31/01/2017 às 16:28
Show 15977671 10206116939922055 8898378124960817620 n
Foto: Divulgação
acritica.com Manaus (AM)

Uma dos mais empolgantes eventos de luta volta ao calendário esportivo do Amazonas. Trata-se do 2º Desafio Rei e Rainha da Praia de Beach Wrestling, que acontece no próximo domingo (05), na quadra de areia da Ponta Negra, Zona Oeste de Manaus, a partir das 8h.

Promovida pela Comissão Atlética de MMA do Amazonas (CAMMA-AM), Federação Amazonense de Luta Olímpica (FALLE) e Federação Amazonense de Jiu-Jítsu Profissional (FAJJPRO), a competição recebe o apoio do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

O Desafio é aberto para os lutadores nas categorias -60Kg  -70Kg, -80Kg, -90Kg, acima de 90kg no naipe masculino, e de -50kg, -60Kg, -70Kg, e acima de 70 kg no feminino, nas categorias Elite e Cadete. A competição vai pagar a premiação em dinheiro para os atletas da elite, totalizando mais de R$ 3 mil. Os demais vão ganhar troféus e medalhas.

“A edição de 2013 foi uma espécie de piloto. A modalidade é uma febre na Europa, Estados Unidos e está sendo expandida. Aqui no Brasil já existe há três anos. Temos muitos atletas do jiu-jitsu, judô, luta olímpica que vão participar”, explicou Wallace Alves, que ao lado de Tasso Alves realizam a competição.

De fácil adaptação, os lutadores não terão dificuldades para entender a regra da disputa. Com três minutos para marcar três pontos, os lutadores vão precisar ser ágeis para vencer o desafio.

“Eles se adaptam rápido e a regra é fácil. O atleta se pisar com um pé fora do círculo, feito com corda de amarrar navio, é um ponto. Se o oponente sofrer uma queda e um outro atleta bater de costas, fora da corda, é outro ponto. Se o atleta sofrer uma queda dentro do círculo é outro ponto. Três pontos acaba a luta. Se terminar empate, nos três minutos de luta, vai para o golden score (prorrogação) e quem marcar o primeiro ponto ganha a luta”, explicou.

Para expandir a modalidade e incentivar os lutadores, a organização ampliou a competição para os jovens de 15 a 17 anos. “Voltamos com força total. É um evento muito bacana e a cidade precisa desses eventos. Queremos difundir ainda mais aqui no Amazonas. Na nossa primeira edição reunimos 180 e agora expandindo a vaga queremos chegar a mais de 200”, completou.

Inscrições em andamento

Para participar do evento, os lutadores terão que pagar R$ 50 (adulto) e R$ 30 (cadete). As inscrições podem ser feitas até quinta-feira, dia 2 de fevereiro, na Avenida General Rodrigo Otávio, na Clínica Veterinária Armazém do Animal. Para reservar as inscrições, os atletas e academias podem ligar para o número: 99219-0101. 

*Com informações da assessoria de comunicação

Publicidade
Publicidade