Quarta-feira, 20 de Novembro de 2019
IRANDUBA

Destaque do Iranduba no Brasileiro Sub-18, Flávia almeja voos maiores no futebol

Convidada a jogar nas categorias de base do Iranduba após uma peneira no município de Manacapuru, sua cidade, a zagueira Flávia foi destaque no Brasileiro Sub-18. Agora, almeja fazer sucesso também no profissional



fl_via_48695F99-6696-4190-B287-5350795931F6.jpg Foto: Arquivo/AC
27/07/2019 às 16:09

Da cidade de Manacapuru às categorias de base do Iranduba. Do destaque no Brasileiro Sub-18 ao convite para fazer parte do elenco profissional. É possível dizer que a ascensão da zagueira Flávia foi rápida. Capitã da equipe de João Carlos Cavalo no campeonato nacional realizado neste mês de julho, a defensora teve atuações de destaque. Mesmo dando segurança ao setor defensivo, Flávia não tomou nenhum cartão durante a fase de grupos e ainda terminou com três gols na conta. 

Descoberta pelo Hulk em uma peneira, Flávia veio morar em Manaus há quatro meses. Em sua cidade, já fazia sucesso jogando pelo Desportivo, onde ganhou a experiência necessária para se tornar a líder do grupo que viajou a Belém para a disputa do Brasileiro Sub-18. “Tenho uma mente boa para alcançar meus objetivos, um de cada vez. Primeiro foquei em fazer um bom trabalho no Sub-18, depois na subida para o profissional e, quem sabe, atinja a Seleção Brasileira”, externou a zagueira, que também já tinha vindo a Manaus para disputa de futsal dos Jogos Escolares do Amazonas (JEAs).



Em sua família já há uma ligação com o futebol. Com pai árbitro e mãe ex-jogadora, Flávia buscar um lugar ao sol no esporte mais popular do país - mesmo com todas as dificuldades do ambiente futebolista feminino. E tanto esforço começa a dar seus primeiros frutos. Na última semana, a defensora foi integrada aos profissionais e pode ser relacionada para a partida de hoje, contra o Internacional, pelo Brasileiro Série A1, na Arena da Amazônia. “Creio ter muito potencial para estar no adulto. Se eu tiver oportunidades de jogar no domingo, vou dar o meu melhor para agarrar essa chance”, comentou a zagueira do Iranduba.

Hoje, feliz por estar no maior time de futebol feminino do Amazonas, Flávia diz que chegar à Seleção Brasileira seria motivo de muita comemoração por parte dela e de toda a família. “Todos os meus familiares me apoiam e dizem que se eu chegar a jogar na Seleção, ninguém vai deixar de assistir”, brinca a manacapuruense. Ainda no segundo semestre deste ano, Flávia terá pela frente o Amazonense Sub-19. Mais uma oportunidade para se destacar em campo e alçar voos maiores no futebol feminino.

News leonardo 9028af08 26fb 4271 b322 4409cded8370
Repórter do Craque
Jornalista em formação na Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e repórter do caderno de esportes Craque, de A Crítica. Manauara fã da informação e que procura aproximar o leitor de histórias – do futebol ao badminton.

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.