Publicidade
Esportes
Craque

Deu Mengo, Mané! No Fla-Flu longe do Maracanã, Rubro-Negro venceu debaixo de muita chuva

Flamengo jogou melhor na etapa inicial e princípio do segundo tempo, quando abriu 2 a 0 no marcador. Fluminense diminuiu com belo gols de Scarpa, mas não teve forças pra empatar, mesmo com um homem a mais 21/02/2016 às 19:20
Show 1
Willian Arão marcou o primeiro gol sobre o Fluminense.
ACRITICA.COM Manaus (AM)

O Fla-Flu deste domingo (21), disputado no estádio Mané Garrincha, em Brasília, teve bom público, muita água, movimentação, gols e drama no final. Ingredientes que deram bastante emoção ao clássico carioca disputado longe do Maracanã. No fim, o Flamengo venceu por 2 a 1 com gols de Willian Arão e Guerrero, Gustavo Scarpa diminuiu para o Tricolor.  

Com maior posse da bola e melhor distribuído em campo, o Flamengo dominou o primeiro tempo de jogo e não deu chances ao Fluminense. O maior perigo à meta do goleiro Paulo Víctor saiu de um chute de longa distância do meia Gustavo Scarpa ainda aos 7 minutos de jogo.

O gol rubro-negro saiu depois de escanteio cobrado por Mancuello aos 13min. O goleiro Cavalieri espalmou para o meio da área e Willian Arão pegou rebote e fez 1 a 0 para o Fla. O gol deixou o Flu atordoado e o time do Flamengo tomou conta do meio de campo. Aos 35, com muita liberdade, Marcelo Cirino soltou a bomba de fora da área obrigando Cavalieri espalmar no susto.

Aos 37min, Mancuello livre pelo lado esquerdo chutou cruzado direto pro gol de Cavalieri, que mais uma vez salvou. Guerrero, enfim, aparece na partida, após cruzamento de Rodinei. O peruano subiu entre os dois zagueiros do Flu e obrigou o goleiro tricolor a fazer boa defesa. Antes do fim da primeira etapa, mas uma prova do domínio rubro-negro: Arão lança Guerrero, que dá ótimo passe para Emerson Sheik, o camisa 11 do Fla cruza rasteiro e por pouco Cirino não faz o segundo do Flamengo antes do intervalo.

Mal começou o segundo tempo e o Flamengo mostrou mesmo que voltou mais ligado pro jogo. O lateral-direito Rodinei, um dos melhores em campo, faz lindo cruzamento e Paolo Guerrero se adiantou a marcação de Henrique e, de cabeça, estufou as redes de Cavalieri: 2 a 0 Mengo aos 2min da etapa final.

Aos 6min, o tempo fecha no Mané Garrincha. Cuéllar e Marcos Júnior se desentendem e ambos levam cartão vermelho. O Fla-Flu no Mané Garrincha tem mais espaço com dez jogadores de cada lado.

Chuva, invasão e expulsões

O "mundo desaba" no estádio de Brasília. Aos 16 minutos de jogo uma chuva muito forte deixa o gramado pesado e a qualidade do jogo cai bastante. Mesmo assim o Rubro-Negro segue melhor em campo. De molhado, a partida ficou morna. A torcida flamenguista ensaiou gritos de "olé", mas o time de Muricy não avançava ao campo do Fluminense.

Por outro lado, o Tricolor sem inspiração não achava espaço para penetrar na defesa do Flamengo, que ao contrário de outros jogos, se comportava bem com Wallace e César Martins. No entanto, Osvaldo, que entrou na vaga do sonolento Diego Souza, voltou a dar emoção ao duelo com bom chute defendido por Paulo Victor.

Aos 33min, Fred recebe pelo lançamento na pequena área, mas na hora de finalizar foi desarmado por César Martins. O jogo foi paralisado por causa de uma manifestante que invadiu o gramado. Aos 38 min, retorno de partida e o Flu diminuiu após belíssima cobrança de falta de Gustavo Scarpa. Flamengo 2, Fluminense 1.

A boa atuação de Wallace foi por água abaixo depois do momento de instabilidade do defensor. Depois de falta de Éverton, o zagueiro deu chutão na bola e recebu o segundo amarelo, deixando o Flamengo com nove jogadores em campo. O Fluminense partiu pra cima tentando o gol de empate, mas o Rubro-Negro se segurou até o apito final da arbitragem.

Com o resultado o Flamengo chegou aos 10 pontos no Grupo B do Cariocão e permanece na segunda posição da chave, atrás apenas do Botafogo. O Rubro-Negro volta à campo na quarta-feira (24), às 18h30 (hora Manaus), no Moacyrzão, quando encara a Cabofriense. O Fluminense tem o clássico Vovô com o Botafogo, na mesma quarta, mas às 20h45 (Manaus), em Cariacica, no Espírito Santo.


Publicidade
Publicidade