Publicidade
Esportes
Craque

Diário de Copa: Há um ano Manaus recebia Inglaterra e Itália na Arena da Amazônia

Squadra Azzurra venceu a seleção britânica por 2 a 1, no dia 14 de junho de 2014, durante o primeiro jogo da Copa do Mundo na capital amazonense 13/06/2015 às 18:55
Show 1
Inglaterra e Itália na Arena da Amazônia, no dia 14 de junho de 2014
Lorenna Serrão Manaus

Sabe quando você está a um passo de realizar um grande sonho? Quando sabe que em poucas horas vai viver um momento inesquecível? Você perde o sono, a fome e só consegue imaginar como será o dia seguinte. Pois é, foi exatamente assim que eu me senti na véspera do dia 14 de junho de 2014. A ficha de que eu iria cobrir uma Copa do Mundo só caiu quando pisei na Arena da Amazônia, horas antes do jogo entre Inglaterra e Itália. Isso mesmo, o meu primeiro jogo em um Mundial de futebol foi um dos maiores clássicos internacionais. É ou não é pra sentir muitas saudades do dia 14?

Veja mais fotos desse dia

Torcida animada

O mais legal, e que deixa o meu coração ainda mais “apertado”, é lembrar que Manaus estava linda. O sol estava forte (como sempre) e o céu limpo e com aquele azul que nos deixa paralisados, tamanha perfeição.

Nas ruas próximas ao estádio o clima era de festa, de alegria... Porque o esporte tem dessas coisas. Causa felicidade, êxtase... Muitas pessoas em volta da Arena estavam vestidas com as cores da Inglaterra, da Itália e, claro, era possível ver também muitos torcedores com as blusas da Seleção Brasileira, com as caras e os corpos pintados. Todos bem empolgados, fazendo fotos, comendo e bebendo. O clima era de confraternização.


A torcida fez bonito.Foto: Euzivaldo Queiroz

E se fora do estádio a agitação era boa, dentro era ainda melhor. A torcida brilhou! E mesmo com a polêmica dos ingleses, que disseram, antes mesmo do sorteio que definiu o local dos jogos, por conta do calor e da distância, que não queriam jogar em Manaus, teve muito torcedor local torcendo bastante pela seleção britânica. Mas é bem verdade que a maior torcida foi mesmo para a Squadra Azzurra que venceu por 2 a 1, com gols de Marchisio e Balotelli. Sturridge marcou para os ingleses.

Pra mim, o que mais ficou marcado nessa cobertura e que com certeza eu nunca vou esquecer, além de estar ali entre milhões de jornalistas maravilhosos (para não dizer outra coisa), foi a festa da torcida.

Nesse dia 14 de junho de 2014, apesar de termos um vencedor e um perdedor, após o apito final, a festa nas arquibancadas da Arena da Amazônia foi igual. Afinal, presenciar um dos maiores clássicos do futebol internacional não é pra qualquer um e assistir a esse jogão, cheio de estrelas, em casa, realmente é para comemorar.

Sabe qual foi a única coisa chata? É que os 90 minutos passaram muito rápidos, aliás, esse dia, que foi tão desejado, voou. Mas as boas lembranças ficaram.


Blotelli e Pirlo na Arena. Foto: Márcio Silva

Nunca vou esquecer do Pirlo, jogador italiano, que com muita experiência em Copas do Mundo “deixou” a bola para Marchisio abrir o placar para a Azzurra e por pouco, já nos últimos minutos do jogo, quase presenteou a torcida com um gol de falta, mas infelizmente a bola parou no travessão. Não posso deixar de citar também o atacante inglês Rooney, que assim como Pirlo, não fez gol em Manaus, mas deu um passe perfeito para Sturridge marcar o único gol da Inglaterra no jogo. E ainda teve o Balotelli, autor do gol da vitória italiana e que foi eleito o craque da partida. Arrebentou!


Festa da Azzurra em Manaus. Foto: Euzivaldo Queiroz

Esse dia 14 de junho foi realmente de arrepiar! Lembram que no início do texto eu disse que não consegui dormir e nem comer direito antes do dia 14? Então, apesar disso, eu não senti cansaço, pelo contrário, estava totalmente disposta e empolgada. Trabalhei muito naquele dia, quer dizer, a equipe toda do CRAQUE trabalhou bastante, mas a felicidade em estar fazendo parte da história era tão grande que não houve espaço para cansaço, apenas para alegria e motivação. Hoje eu quis relembrar esse “sonho real” e compartilhar com vocês, leitores. E quero saber, vocês também têm lembranças da Copa do Mundo em Manaus? Se sim! Mandem uma foto desse “momento inesquecível” para o nosso e-mail e ela será publicada no acritica.com e no Jornal A CRÍTICA em qualquer dia desse mês.

Lorenna Serrão, Editora-assistente do caderno CRAQUE, do JORNAL A CRÍTICA.

Publicidade
Publicidade