Publicidade
Esportes
Craque

Doeu no bolso: Ronaldinho aceita acordo e vai receber R$ 17 milhões do Flamengo

Quatro anos após a saída conturbada do Rubro-Negro, a novela envolvendo o ex-melhor do mundo e o time da Gávea terminou com uma bela quantia na conta bancário do ex-camisa 10 do Mengo 18/02/2016 às 15:42
Show 1
Ronaldinho vai receber R$ 17 milhões de indenização do Flamengo.
ACRITICA.COM Manaus (AM)

Ronaldinho aceitou nesta quarta-feira (18) a proposta do Flamengo e deu por encerrada a ação judicial que movia contra seu ex-clube. Apesar de abrir mão dos R$ 40 milhões por conta de salários atrasados, danos morais, entre outros, o Gaúcho vai receber do Rubro-Negro a quantia de R$ 17 milhões. A decisão foi homologada no Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região do Rio de Janeiro.

Logo de cara o Flamengo deve pagar R$ 5 milhões à vista ao ex-camisa 10 do clube. O restante do valor será pago em dez suaves parcelas.   

"A diretoria do Flamengo se mostrou solícita e empenhada em resolver um problema do passado. A boa vontade foi fundamental. O interesse do Ronaldo nunca foi brigar. Fizemos o acordo e colocamos uma pedra sobre isso", explicou o advogado Sérgio Queiroz, que representa Ronaldinho.

"Foi um acordo para colocar fim aos três processos na Justiça do Trabalho. Nenhum dinheiro do orçamento do Flamengo será empregado no pagamento. Todo o montante para custeá-lo virá do Ato Trabalhista. São receitas que o clube recolheu e estavam à disposição para pagar dívidas. Não haverá impacto financeiro. Para o Flamengo foi extremamente vantajoso tendo em vista o valor que era pretendido pelo atleta e o que encontramos como efetivamente devido. Acho que foi justo. Demos mais um passo para livrar o clube das pendências financeiras do passado para que no futuro próximo possamos ter a situação econômica equilibrada e livre de qualquer ameaça de penhora por parte dos credores", completou o vice-presidente jurídico do Flamengo, Flávio Willeman.

O acordo entre Ronaldinho e Flamengo ficou bem próximo ao que o Rubro-Negro desejava, que era R$ 15 milhões. Os representantes da Gávea afirmaram que o comportamento de Ronaldinho em sua passagem pelo clube e o departamento jurídico se baseou nesse sentido para diminuir o valor da indenização pedida do jogador.


Publicidade
Publicidade