Sexta-feira, 03 de Abril de 2020
CLÁSSICO

Com estreia de novo treinador, Nacional duela contra o Princesa do Solimões neste domingo(16)

O embate marca o jejum de três vitórias de ambas equipes no Campeonato Amazonense



WhatsApp_Image_2020-02-14_at_21.40.56_EEAAF981-770F-4493-B3C1-3E716FF6F37B.jpeg Foto: João Normando/Divulgação
15/02/2020 às 19:30

Sob novo comando técnico, o Nacional entra em campo diante do  Princesa do Solimões hoje (16), às 17h, na Arena da Amazônia. O desafio entre “predadores” do futebol, pela 6ª rodada do Barezão, marca a estreia do comandante Gilberto Pereiram, que projeta o duelo como parâmetro na sequência do trabalho a frente do Naça.

“Essa semana foi proveitosa, nós buscamos entender as características dos jogadores, mas depois o jogo vai nos dar esse parâmetro”, ponderou o técnico que faz sua primeira passagem pelo futebol amazonense.



Sem vencer desde a 1ª rodada do Estadual, o Leão da Vila Municipal atualmente segue fora do G4 na 5ª colocação, somando seis pontos. E como reflexo da campanha, os setores ofensivos e defensivos apresentam contraste no saldo de gols, sendo oito marcados e nove sofridos.

Diante dos números da tabela, o treinador nacionalino admitiu falta de equilibrio no elenco para o embate.

“Sentimos algumas dificuldades. O elenco ainda está carente de equilibrar algumas posições. E agora é o que nós temos no momento que é nosso melhor. A gente vai entregar todas as nossas forças pra que a gente busque essa vitória”, disse Gilberto Pereira.

“Em relação ao adversário, eu sempre digo que eu tenho que cuidar da minha casa. Lamento as dispensas, mas não cabe a mim analisar, nós temos os nossos problemas. E vamos nos preparar pra fazer um grande jogo e quem sabe conseguir a nossa classificação”, completou o comandante do Leão. 

Tubarão luta pela sobrevivência

Na vice lanterna do Amazonense, o representante de ‘Manacá’, quer sair do sufoco no Barezão, e virar a página após saída turbulenta de quatro jogadores: Branco, Heltinho, Leozinho e Thiago Bigu.

“É uma perca grande pois além de atletas são nossos amigos, são jogadores de muita qualidade e rodagem, porém somos profissionais e como toda profissão tem seus superiores, o princesa não é diferente. Temos que aceitar as decisões, porém, é uma página virada, temos que concentrar no jogo”, declarou o meio campo do Princesa, Tiago Amazonense, que admitiu ser preciso encarar os próximos duelos como uma final.

“Trabalhamos muito a parte física, a parte técnica e estamos preparados, assimilamos bem o que ele (treinador Joacir Moura) quer implantar no jogo contra o Nacional e vamos encarar todos os jogos de vida ou morte”, concluiu o camisa 92 do Tubarão.

News 48367672 1136721996505445 2342939255929569280 n 2dad860c 0057 4e2e b7f5 f53181960f2f
Repórter do Craque
Jornalista formado na Ufam, campus de Parintins. Estudante de pós-graduação em jornalismo esportivo na Universidade Estácio de Sá. Repórter do Caderno de Esporte ‘Craque’ de A Crítica desde novembro de 2018.

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.