Sexta-feira, 24 de Maio de 2019
Finalíssima

Palmeiras e Corinthians decidem hoje quem fica com o título paulista

O jogo é na casa do Palmeiras, com a torcida a favor. Mas vantagem mínima e bom retrospecto na casa do rival dá esperanças ao Timão



palmeiras-x-corinthians.jpg
(Foto: Cesar Greco/Ag.Palmeiras/Divulgação)
08/04/2018 às 08:16

Mais um importante capítulo do dérbi paulista será escrito na tarde de hoje e a rivalidade entre palmeirenses e corinthianos promete ficar mais aflorada já que a partida que acontece às 15h na Allianz Arena vale o título do Campeonato Paulista de 2018. O Palmeiras entra com a vantagem de ter vencido o primeiro jogo por 1 a 0 na casa do rival há uma semana, mas o time promete não ‘sentar na vantagem’. Do outro lado, o Corinthians tem a esperança de uma vitória por dois gols de diferença para ficar com o bicampeonato do Estadual.

A esperança corinthiana se justifica pelo bom retrospecto do time nos confrontos na Allianz Arena. Desde que o Palestra Itália foi reformado, foram quatro duelos, duas vitórias do Corinthians, um empate e uma vitória do Verdão. No último duelo entre as equipes, o estádio chegou a ser apelidado de Allianz Arana em referência ao ex-lateral do Timão, Guilherme Arana que marcou dois gols na partida: o placar de 2 a 0 é justamente o que o Corinthians precisa para ficar com a Taça hoje. Para chegar ao placar necessário, o atacante Romero que acredita em um jogo aberto pela vantagem mínima do adversário.

“A vantagem é pouca, mínima, acho que vão propor o jogo. Vai ser um jogo aberto. Eles vão sair para jogar, e nós também. Temos de estar calmos, porque o outro lado tem jogadores de muita qualidade. Temos que atacar, mas ser organizados”, declarou o jogador que pregou a tranquilidade de segurar a bola, atacar com organização e não deixar que os ânimos à flor da pele causem confusões que nem as do último jogo que terminou com Felipe Mello e Clayson expulsos. “A primeira coisa que a gente deve fazer é jogar futebol. Vamos precisar jogar para sermos campeões. E vamos buscar esse título. Clássico é bom jogar porque é o rival de sempre, você tem que vencer esses jogos. Vamos entrar ligados, fora das confusões”, completou.

Em relação ao jogo anterior, o Timão vem com três mudanças: Ralf, Jadson e Romero entram nas vagas de Gabriel, Emerson Sheik e Clayson (suspenso).

Se o retrospecto recente em clássicos pende para o Corinthians, a história vira de lado quando o assunto é briga por títulos. Em mais de 100 anos de rivalidade, o Porco conquistou seis títulos em cima do rival, que tem três. Entre esses títulos, foram quatro paulistas: 36, 74, 93 e 94. Do lado corinthiano são três: 54, 95 e 99.

Somando aos bons números nas decisões, o Palmeiras tem a vantagem de jogar por um empate. Uma derrota por 1 a 0 leva a decisão para os pênaltis e para o técnico Roger Machado ela não mudará as características da equipe dentro de campo.

“Administrar vantagem? Quem sabe quando o árbitro levantar a placa de acréscimo no final do jogo. Isso não tem nada a ver com estratégia de jogo. Em determinados momentos da partida pode oferecer a bola para o adversário e contra-atacar. São coisas diferentes: se defender e usar o espaço do adversário. Mas, para início de jogo, em casa, desejo marcar alto, como a gente vem fazendo”, explicou o técnico em entrevista coletiva.

Ficha Técnica

Palmeiras: Jaílson,  Marcos Rocha, Antônio Carlos, Thiago Martins e Victor Luis; Bruno Henrique e Moisés; Dudu, Lucas Lima e Willian; Borja.
Corinthians: Cássio, Fagner, Balbuena, Henrique e Sidcley; Ralf e Maycon; Romero, Jadson, Rodriguinho e Mateus Vital. Tec: Fábio Carille
 

Estádio: Allianz Arena

Horário: 15h  

Árbitro:  Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza
Motivo:  Final do Paulista


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.