Publicidade
Esportes
Craque

Doze paratletas tentam índice para mundial de atletismo

Esta será a ultima oportunidade no Brasil para os atletas conseguirem índices e serem convocados para a seleção brasileira, para participar dos Mundiais de atletismo, em julho, em Lyon, na França, e de natação, em agosto, em Montreal, no Canadá. 03/06/2013 às 21:46
Show 1
O mundial será disputado em Lyon, na França, e somente os atletas com índice poderão representar a seleção brasileira na competição
acritica.com Manaus (AM)

Uma equipe formada por 12 atletas, três staffs, um treinador e um chefe de delegação vai representar o Amazonas na 1ª etapa nacional do Circuito Loterias Caixa Brasil Paralímpico de Atletismo, Natação e Halterofilismo, de 7 a 9 de junho, em São Paulo. O grupo faz parte do Centro de Treinamento de Alto Rendimento da Amazônia (CTARA), no programa de excelência esportiva.

Os competidores de atletismo são Rivander Santos da Silva e Dernival Souza dos Santos. O halterofilismo será representando por José Maria da Silva, José Ricardo da Costa, Eduardo Dantas Soares e Erivane da Rocha. Já equipe de natação terá Simplício Augusto Campos, Matheus Nogueira Ramos, Malyson da Silva, Aljair Macedo Dantas, Jean Dias Lopes e Jean Dias Valois.

O time local, que será chefiado por Getúlio Filho e treinado por Joaquim Filho, terá os seguintes staffs (acompanhantes para auxiliar os atletas com deficiência na competição): Carlos Alberto Ayres Reis, Fiama Ribas de Oliveira e Francisco Ventilari.

 Sobre a Competição

Os principais atletas paralímpicos brasileiros de natação, halterofilismo e atletismo estarão em ação em São Paulo. As provas serão realizadas em dois lugares na capital paulista. Na sexta-feira (7) os competidores do halterofilismo começam as atividades no Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa (COTP), na Vila Mariana. No dia seguinte, no mesmo local, iniciam-se as provas de atletismo, e na sede do Corinthians, no Tatuapé, ocorre a natação.

“A pressão em cima deles será grande, e eu acredito que vamos ter muitos recordes brasileiros, e até mesmo alguns recordes mundiais quebrados. A perspectiva para São Paulo é muito positiva, novos valores estão surgindo e creio que vamos ter uma renovação na delegação que foi para as Paralimpíadas de Londres 2012 neste Mundial”, ressaltou o coordenador do atletismo, Ciro Winckler.

Já foram realizadas quatro etapas regionais nesta temporada: Rio-Sul, no Rio de Janeiro, em fevereiro; Norte-Nordeste, em Manaus, em março; São Paulo, em abril, na capital paulista, e Centro-Leste, em Uberlândia, em maio. Os melhores do atletismo e da natação nessas regionais se juntam aos 50 primeiros ranqueados de cada modalidade. Entre eles estão os multimedalhistas da natação André Brasil e Daniel Dias, e o velocista Alan Fonteles, ouro nos 200m em Londres 2012.

Publicidade
Publicidade