Sexta-feira, 19 de Julho de 2019
BRASILEIRO FEMININO

Atacante que não desiste: jogadora do Iranduba fala sobre jogo contra a Ferroviária

Já classificado, o Iranduba enfrenta a Ferroviária nesta quarta-feira (8), em São Paulo. Elisa garante que nem ela e muito menos o time vão desistir de jogar pelos três pontos



zCR030801_p01.jpg O último gol marcado por ela foi na partida contra o São Francisco, aos 39, quando o time já goleava (Foto: Junio Matos)
08/08/2018 às 09:30

Entre as muitas características que podem ser atribuídas à atacante do Iranduba, Elisa, a persistência é uma delas. A jogadora marcou três gols no Campeonato Brasileiro: dois eles no fim dos jogos e alguns deles saíram em momentos que tudo parecia estar perdido. Um desses tentos foi justamente contra a Ferroviária, com quem o Hulk joga hoje às 14h (de Manaus), em Araraquara, interior de São Paulo.

Na terceira rodada do primeiro turno, o time amazonense saiu na frente, levou a virada no segundo tempo e quando as Grenás esperavam apenas o final do jogo, Elisa, que havia entrado minutos antes, saiu tabelando com Djeni e marcou o gol que garantiu um ponto ao Hulk. 

“Eu acho que isso acontece, porque quando entro em campo tenho uma meta fazer o gol. Isso deu certo contra a Ferroviária. Para esse jogo, nós sabemos que elas têm um bom time e vai ser mais difícil ainda porque é fora de casa, mas trabalhamos duas semanas para corrigir os erros”, explica a jogadora. 

O último gol marcado por ela foi na partida contra o São Francisco, aos 39, quando o time já goleava. A situação que saiu o gol mais uma vez demonstra essa característica de Elisa. A jogadora saiu carregando a bola em uma jogada de contra ataque, passou no meio de duas marcadoras e chutou na saída da goleira para fazer quinto gol do Iranduba naquele jogo.

“Eu acho que essa coisa de nunca desistir vem de pequenininha. Quando vim pra cá, joguei no sub-20 e sempre comentavam sobre não desistir de mim mesma. Todos devem ter isso de nunca pensar que uma bola está perdida”, disse a jogadora nascida em São Francisco do Sul, interior de Santa Catarina.

Elisa não é titular absoluta no Iranduba. Dos 11 jogos do time na competição, ela iniciou cinco como titular. Nos treinos desta semana, a jogadora treinou entre as titulares e ela diz que existe sim a diferença entre começar em campo ou entrar durante o jogo.

“Eu acho que no primeiro a gente chega ali e se adapta nos primeiros 10 minutos. No segundo tempo, a gente já estuda melhor as meninas e entra já sabendo exatamente o que tem que fazer para melhorar, mas querendo ou não algo não muda: a vontade de entrar e dar o seu melhor”, contou.

Com a vitória do Kindermann ontem, o Iranduba caiu para a terceira colocação e tem um ponto a menos que o time catarinense. Já a Ferroviária é a quinta colocada e precisa vencer para seguir sonhando com a classificação para a próxima fase.

“Eu acho que cada jogo é importante para nós. Lógico que elas lutam por vaga, mas temos que manter nosso lugar. Temos que chegar lá e fazer nosso trabalho para voltar com os três pontos”, finalizou Elisa.

Ficha Técnica

Ferroviária: Luciana, Bárbara, Thaynara, Nicoly, Barrinha, Ju Passai, Carol Tavares, Rafa Mineira, Thani, Rafa Travalão, Ludmilla. Téc: Celso Boffa

Iranduba: Rubi, Geovana, Karen, Cris, Giselinha, Amanda, Priscila, Djeni, Moara, Mayara e Elisa. Téc: Adilson Galdino

Estádio: Fonte Luminosa, Araraquara-SP

Horário: 14h

Árbitra: Adeli Mara Monteiro

Motivo: 12° Rodada do Campeonato Brasileiro Feminino.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.