Sábado, 24 de Julho de 2021
NOVIDADE NO MANAUS

Em ascensão no Manaus, Allan Dias preza por regularidade no time titular: ‘Me sinto preparado’

Meia se destacou na vitória contra o Floresta-CE, na última rodada, ao marcar um gol e dar assistência para outro



eaa4a977-5701-4154-a40b-21082359858c_015B9E27-BDEC-4D1E-BF2C-89C0295A0FF0.jpg Foto: João Normando/FAF
17/06/2021 às 14:37

Uma das novidades promovidas pelo técnico Marcelo Martelotte na vitória por 2 a 1 contra o Floresta-CE, no último sábado (12), o meia Allan Dias foi um dos responsáveis diretos pelo triunfo esmeraldino na Arena da Amazônia com um gol e uma assistência. Motivado, o atleta de 32 anos falou ao A Crítica sobre suas pretensões em ter uma regularidade no time titular.

“Trabalhamos para manter essa regularidade. A ideia é continuar atuando para fazer grandes partidas. Se vier gols ou não, assistências ou não, o mais importante é a vitória e a gente conseguir pontuar. Infelizmente não tive tanto tempo para me preparar, eu vim de um campeonato paulista em que fiquei algum tempo parado. O bom é que a Série C tem a semana cheia, então a gente tem como trabalhar a parte física de força na academia e, adquirindo aos poucos, mais preparo com os jogos. Mas me sinto preparado, no final do jogo eu sair um pouco cansado, deu uma abafada, o clima aqui é diferente, mas me sinto preparado”, afirmou Allan Dias.



Com a alta rotatividade de jogadores no meio-campo, o técnico Marcelo Martelotte já usou o volante Gilson Alves nas primeiras duas rodadas. Também escalou o meia Douglas Lima - que se recupera de uma lesão e estar e fase de transição. E na última partida contou com o retorno de Vinicius Barba e promoveu a estreia no time titular de Allan Dias. Sobre a concorrência com os companheiros, Allan disse que todos os atletas são experientes e afirmou que a disputa dentro do elenco é positivo para o Manaus.

“São jogadores experientes, maduros, lidam super bem, a semana é tranquila, a rapaziada aqui é muito receptiva, não só comigo, os outros que chegaram também foram muito bem recebidos, então eu creio que não tem problema nenhum, é uma disputa sadia, que só tem a ganhar é o Manaus”, afirmou o atleta esmeraldino.

Quando perguntando sobre o próximo compromisso da equipe ser fora de casa, e se por acaso voltar com um ponto na bagagem seria um bom resultado - tendo em vista que o Manaus foi goleado na primeira partida longe do Amazonas na Série C -, Allan Dias frisou que a mentalidade da equipe é sempre jogar com a cabeça na vitória. Entretanto, o meia não descartou que dependendo da circunstância da partida, não seja possível que a equipe procure assegurar um ponto para somar na tabela de classificação.

“A mentalidade é sempre a vitória. Inclusive, o professor frisar muito isso para a gente buscarmos sempre a vitória. É claro, com sabedoria, inteligência, a gente sabe que estamos jogando fora de casa, um jogo difícil, não vai ser fácil, então devido as circunstâncias do jogo, o empate é um ótimo resultado. Se a gente conseguir e, pensando matematicamente, conseguimos as vitórias em casa e empatar as que realizarmos fora, a gente está classificado. Mas como eu falei, buscaremos sempre a vitória, não importa onde seja, mas dependendo das circunstâncias do jogo, a gente pode avaliar o empate, que nem sempre pode ser considerado um mal resultado”, concluiu o atleta.

Próximo jogo

Em busca de sua primeira vitória fora de casa, o Manaus visita o Altos-PI no próximo domingo ((20), às 15h (horário local), no estádio Lindolfo Monteiro, pela quarta rodada do grupo A da Série C. O Gavião do Norte ocupa a terceira colocação com seis pontos, atrás de Volta Redonda e Ferroviário. O Jacaré, adversário do Manaus, se encontra logo atrás do esmeraldino com quatro pontos, fechando o G4 do grupo.

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.