Publicidade
Esportes
Craque

Em Borba, Princesa derrota o Naça Borbense e assume a vice-liderança do Amazonense

Tubarão venceu por 4 a 1 e chegou aos 37 pontos. Já o Camaleão estacionou no sétimo lugar na tabela de classificação, com 19 pontos 20/05/2015 às 20:18
Show 1
Edinho Canutama foi o garçom do jogo com três boas assistências
Camila Leonel Manaus

O Princesa do Solimões voltou de Borba (a 149,6km da Manaus) com três pontos na mala após golear o nacional Borbense, no estádio do Jabotão. Com o resultado, o Tubarão chega aos 37 pontos, ficando na vice-liderança do Barezão. Já o Borbense, que conseguiu a façanha de derrotar o até então invicto Nacional, não conseguiu vencer a equipe de Manacapuru e permanece em sétimo na tabela com 19 pontos.

O Princesa do Solimões entrou em campo mostrando a que veio e com apenas 15 minutos de jogo, já havia marcado dois gols. O primeiro  saiu após jogada de Edinho Canutama pela esquerda, o atacante do Tubarão entrou na área e cruzou para Carlinho, de cabeça, abrir o placar em Borba. O segundo gol também começou com Canutama que, em jogada trabalhada cruzou para Danilo cabecear para o gol, a bola bateu no zagueiro e, no rebote, Gilson ampliou o placar.

O Borba reagiu. No contra- ataque,  Everton roubou a bola no campo de defesa, tocou para Jefferson levantar a bola para Canhoto, na entrada da área chutar forte e encobrir o goleiro do Princesa.

Na segunda etapa, o Princesa do Solimões ampliou novamente com jogada de Edinho Canutama que entrou na área frente a frente com o goleiro e rolou a bola apenas para Baé  marcar o terceiro do Princesa. A vitória foi decretada aos 40 minutos do segundo tempo em jogada de contra-ataque puxada por Júnior Lacraia que tocou para Carinho tocar para Randerson, na cara do gol, apenas escolher o canto e concluir. Princesa 4 a 0.

Na última rodada do Barezão, o Princesa faz o clássico contra o Nacional, no domingo às 16h, no estádio da Colina, Zona Oeste de Manaus. Já para o Camaleão de Borba, a última batalha é contra o Operário, no sábado, às 15h30, no estádio da Ulbra, Zona Sul de Manaus.

Desfalques
Mesmo conseguindo frear a “Maquinaça”, o Nacional Borbense não repetiu o resultado do jogo de sábado e saiu perdedor dentro de casa. O atacante Jefferson atribuiu a derrota contra o Tubarão de Manacapuru à perca de peças importantes no plantel borbense.

“A gente acabou perdendo três peças importantes: o Alberone, o Franco e o Claudione, duas foram por contusão e uma por lesão e, na hora do jogo, eles acabaram fazendo falta e nós acabamos levando os gols do Princesa”, disse.

Publicidade
Publicidade