Quarta-feira, 17 de Julho de 2019
Amém!

Em busca de 1ª vitória, São Raimundo pede bênçãos ao padroeiro

Elenco do clube - que ainda não venceu neste Barezão - foi à missa para pedir aquela ‘forcinha’ ao Santo padroeiro antes do jogo contra o Princesa do Solimões neste sábado (3), em Manacapuru



02/02/2018 às 16:17

Ainda sem vencer nos gramados do Barezão 2018, o São Raimundo buscou ajuda no campo religioso. Nesta quinta-feira (2), parte do elenco do Tufão da Colina participou de uma missa onde recebeu as bênçãos do padroeiro do bairro, São Raimundo Nonato.

Ocupando a terceira colocação no Grupo B, com dois pontos, o Tufão tem difícil duelo marcado às 20h deste sábado, no estádio Gilberto Mestrinho, em Manacapuru, contra o Princesa do Solimões.

Além de dar nome ao bairro e ao clube, São Raimundo é também padroeiro das parteiras, e olha que o Mundico precisa mais do que nunca “parir” uma vitória pra se manter vivo na briga por uma vaga na sequência do primeiro turno.

Torcida e elencos unidos pela fé na primeira vitória (Foto: Antonio Lima)

“A gente agradece a Deus pela oportunidade, não apenas de estar no São Raimundo, mas de vir aqui buscar a graça de Deus, que é o mais importante. A gente vai buscar dar o nosso melhor porque quando você trabalha com honestidade aqui embaixo, as bênçãos lá de cima elas vêm constantemente”, enfatizou o atacante Silvio, que ainda não balançou as redes pelo clube, mas que com crê na vitória diante do Tubarão do Solimões.

“Tenho certeza que no decorrer da competição, a gente vai mostrar o nosso melhor. Nosso objetivo só é um que é buscar esse título pro São Raimundo e é isso o que almejamos quando chegamos aqui. Claro que as vitórias vão depender do nosso desempenho dentro de campo e, se Deus quiser, no sábado, a gente vai conquistar nossa primeira vitória no campeonato”, disse.

Abençoados

Responsável por conduzir a missa que abençoou o plantel sãoraimundense, o padre Ricardo fez questão de apresentar um a um os atletas do Tufão para a comunidade presente na igreja. Após a tradicional chuva de bênçãos sobre todos os jogadores, foi a vez das camisas do Tufão serem devidamente benzidas pelo pároco.

Questionado se era normal abençoar o São Raimundo antes de cada temporada, o padre revelou que no ano passado - justamente no ano do rebaixamento à Série B do Barezão - o time “faltou” a missa.

“Não, não aconteceu (missa de bençãos). Eu sou torcedor do São Raimundo também. Mas espero que, com a bênção de Deus, com a bênção da igreja, o São Raimundo possa retomar de novo sua caminhada para onde ele não deveria ter saído. Principalmente, do coração do torcedor sãoraimundense, e desse querido bairro que tanto ama esse time”, pontuou o padre dando um certo “puxão de orelhas” no Mundico.

“Acredito que o time se afastou um pouco do bairro, da tradição das famílias de torcedores daqui. Moro aqui há dois anos e os comentários é de que o clube se afastou até do caminho da igreja. Mas agora, com a graça de Deus e com essa nova diretoria do São Raimundo eles voltaram a entrar em contato”, relatou.

Camisa do Tufão devidamente abençoado pelo padre Ricardo (Foto: Antonio Lima)

A movimentação dos torcedores do Tufão para o jogo contra o Princesa do Solimões já começou e uma caravana seguirá para Manacapuru para apoiar o clube. Torcedor fanático do Mundico, Ronaldo Pereira, 40, mora em Manacapuru e será uma espécie de embaixador bucheiro na casa do rival.

“Estamos nos preparando pra esse jogo. Inclusive, já começamos a semana de provocação ao time do Princesa. Nós colocamos as faixas da torcida na varanda da nossa casa, está estendida lá. Mas é uma provocação saudável”, disse o sãoraimundense que veio de Manacapuru para receber as bênçãos junto ao elenco do Tufão.

 

 

 

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.