Quinta-feira, 22 de Agosto de 2019
RIO-NAL

Em clássico emocionante, Rio Negro vence Nacional por 1 a 0 no Carlos Zamith

O gol da vitória do Galo da Praça da Saudade saiu aos 39 do segundo tempo, em lance quase sem querer de Gabriel Renan, que saiu do banco para ser o herói da partida.



texto_do_rio_negro_636C18AC-D87C-49E5-89CF-E7503B632E63.JPG (Foto: Assessoria Nacional FC)
02/03/2019 às 18:25

Com o Nacional classificado e o Rio Negro fora da próxima fase do Barezão, o clássico Rional parecia reservar poucas emoções aos torcedores. Com a bola rolando, no entanto, os dois times fizeram um grande jogo, com vitória do Rio Negro por 1 a 0, neste sábado (2).

O gol da vitória do Galo da Praça da Saudade saiu aos 39 do segundo tempo, em lance quase sem querer de Gabriel Renan, que saiu do banco para ser o herói da partida.

Com o resultado, o Rio Negro emplaca a segunda vitória consecutiva no Campeonato Amazonense, mas volta a campo somente no segundo turno, já que não se classicou para a semifinal da primeira fase do torneio. O Nacional, por sua vez, perdeu a chance de assumir a liderança do campeonato e caiu para a quarta posição. Ainda assim, o time comandado por Aderbal Lana segue para a fase de mata-mata do primeiro turno.

O jogo

O jogo mostrava seu desenho desde o primeiro minuto. O Nacional era o time que buscava a posse de bola para articular as jogadas de ataque, enquanto o Rio Negro tentava surpreender nos contra-ataques.

Aos 22 minutos, o Nacional mostrou toda sua qualidade na troca de passes, em rápida triangulação, o Leão da Vila quase abriu o marcador, mas Ray parou no goleiro Guanair. Com a confiança em alta, o goleiro voltou a brilhar logo no minuto seguinte em finalização de Fabinho, de fora da área, quando fez mais uma bela defesa. 

O Nacional pressionava, mas o Rio Negro parecia suportar bem a pressão e ainda chegava a assustar nos contra-ataques. Aos 32, Lucas Espiga colocou o goleiro do Leão para trabalhar em finalização cruzada, mas o jogo seguiu sem gols na primeira etapa.

No segundo tempo, com apenas dois minutos o Galo da Praça da Saudade já voltou a mostrar sua força. Em cobrança de falta, Emerson lançou na área e Brendo cabeceou por cima do gol.

Aos 39, Gabriel Renan finalmente abriu o placar, em um lance confuso. O atacante cruzou na área, Espiga disputou com a zaga e a bola acabou passando direito e encontrando o canto do goleiro André Regly, fazendo 1 a 0 para o Rio Negro.

O jogo ficou eletrizante no final, o Nacional se lançou ao ataque e teve a chance do empate nos acréscimos. Romarinho recebeu na área, cortou para o meio e parou, mais uma vez, em Guanair. 

O apito final, com direito a festa da torcida no estádio Carlos Zamith, marcou a vitória do Rio Negro por 1 a 0.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.