Publicidade
Esportes
Até o fim

Em fase delicada, São Raimundo conta com velhos conhecidos na reta final do Barezão

Delmo, Eduardo Clara e Donizete voltam ao São Raimundo para tentar tirar clube de situação delicada 28/04/2017 às 05:00
Show zcr0328 01f
(Foto: Evandro Seixas)
Camila Leonel Manaus (AM)

Enquanto o São Raimundo agoniza no Barezão, velhos conhecidos da torcida alviceleste tentam encontrar soluções para tirar o time da situação que se encontra. O técnico Eduardo Clara foi um dos que aceitaram o desafio de achar soluções para o Tufão. Outra pessoa que também está unindo forças é Delmo, ex-jogador e ídolo do clube.

O jogador, que, dentro de campo, era um dos destaques do Tufão em sua época mais vitoriosa, agora está na área da comissão técnica e deve treinar o time nas rodadas restantes do Barezão. O técnico Eduardo Clara continua no clube, mas como mentor de Delmo, que estreou contra o Holanda na terça e explicou essa parceria.

“Ele (Eduardo Clara) não me abandonou em momento algum. Ele tava no túnel eu estava no comando do time. Até então tinha visto o time jogar só uma vez, e ele sabia que eu ia bater um pouco de cabeça, mas em momento nenhum ele pediu pra colocar fulano ou sicrano. A responsabilidade foi minha”, explicou.

Delmo também explicou como é voltar ao São Raimundo anos depois e se deparar com uma situação bem diferente daquela quando jogava.

“Por um lado é muito triste encontrar o time na situação que está. Por outro lado me senti infeliz de ter retornado à casa. Não tive o convite dos diretores, mas do Clara e tenho um grande respeito por ele em fazer um pedido desse. Fiquei surpreso, mas aceitei de coração e dar segmento até o fim para tentar tirar o time dessa situação e ter paciência e ver no futuro o que acontece para que no próximo ano a gente possa ver esse time forte”, completou.

O São Raimundo é o lanterna do Campeonato Amazonense com um ponto ganho. Restando quatro jogos, ou 12 pontos em disputa, o Tufão está a 11 pontos do Penarol, primeiro time fora da zona de rebaixamento e tem pela frente o Manaus do técnico Aderbal Lana, que vem de duas vitórias seguidas. Com a situação complicada, Eduardo Clara, Delmo e Donizete, que deve se juntar ao grupo no sábado, já pensam em projetos para o ano que vem. “Já iniciamos um novo projeto, eu, Delmo e Donizete. Delmo é o maior nome do clube, quero ele sempre aqui dentro, mais importante que isso, ele veio hoje, que estamos em situação triste, mas vai estar também na nossa virada. Na reformulação geral”, disse Eduardo Clara.

Quando ao encontro com Aderbal Lana, Delmo, que trabalhou com o experiente treinador, confia no trabalho do grupo e espera que os ventos estejam a favor do Tufão.

“Ele já volta à beira do campo, porque tava suspenso, né. Mas acho que vai ser normal. Ele vai formar o time dele, eu vou formar o meu e espero contar com a sorte. Contra o Holanda fizemos um belíssimo primeiro tempo e no segundo desandou, mas espero que joguemos de igual para igual. Tivemos uma reunião com os atletas perguntando quem queria ficar, quem queria ajudar e eles falaram que estão prontos para a batalha”. concluiu.

Publicidade
Publicidade