Publicidade
Esportes
Craque

Em jogaço, ASA bate favoritismo do Manaus, aplica 4 a 2 e está na semifinal do Amazonense de Juniores

--- 05/08/2015 às 21:13
Show 1
O lateral direito Rai-ka deu um assistência e fez dois gols na partida, um deles um golaço
Felipe de Paula Manaus (AM)

Um jogo de seis gols, lances bonitos, bolas na trave e grandes defesas. O time da Associação dos Sargentos da Amazônia (ASA) ignorou o favoritismo do Manaus FC, que vinha de cinco vitórias seguidas no segundo turno e jogava por um empate, e aplicou goleada de 4 a 2 no Gavião do Norte, pelas quartas de final do Campeonato Amazonense de Juniores. O ASA marcou com Bebê (2) e Rai-ka (2). Ronam fez os dois do Manaus.

Mas o placar talvez não dê a dimensão do que foi a partida. Com mais posse de bola e confiança de quem fez a melhor campanha do segundo turno, o Manaus partiu para cima com seu trio ofensivo formado por jogadores que dispoutaram o Campeonato - os atacantes Ronam (ex-Rio Negro) e Purá, que atuou junto ao meia Meirelles no time principal do Manaus. Mas o ASA tinha o goleiro Marcos Felipe. Inspirado, o garoto de 19 anos foi um dos melhores em campo.

Aos 20 minutos do primeiro tempo, o lateral esquerdo do Gavião, Natal, que também jogou no principal neste ano, teve a oportunidade de abrir o placar ao ficor de frente para o arqueiro e chutou forte para boa defesa do seguro Marcos Felipe. O ASA respondeu com o quase o talentoso Ivanilson, em jogada pela esquerda, defendida por Júnior, e com Miguel, em cabeçada que roçou a tave do goleiro após cobrança de escanteio.

Aproveitando o melhor momento - e a bobeira do sistema defensivo do Manaus - Rai-ka enfiou excelente bola para Enison Bebê, que dominou, correu com a bola e bateu forte para abrir o placar aos 41 do primeiro tempo. Na segunda etapa, o goleiro Marcos voltou ainda mais afiado. Logo no início do segundo tempo, em boa jogada de Kemerson, Ronam recebeu e chutou forte de esquerda. Victor operou um milagre e salvou o que seria o empate do Manaus.

O Manaus trabalhava melhor a bola, mas errava o último passe e o ASA buscava aproveitar o contra-ataque. Numa desses contra-ataques, a defesa do Manaus saiu errado e Rai-ka se adiantou invadindo a área com um toque que encobriu os defensores do Manaus. Depois, aplicou um chapéu no goleiro e finalizou praticamente de volei. Um golaço aos 12 do 1º tempo.

No desespero, o Manaus subiu para o ataque e a recompensa veio com um pênalti convertido por Ronam. Mas nem deu tempo, porque logo o atacante Bebê, numa sobra de bola perto da área do rival, chutou com oportunismo de fora da área e ampliou a diferença. Mas o Manaus não desistiu e, a partir daí, começou um festival de bolas na trave.Numa delas, num chutaço de Ronam, o goleiro Marcos Felipe conseguiu voltar e se recuperar para evitar a cabeçada de Meireles.

E parece que a cada grande defesa o time ficava mais inspirado. Ivanildo, em grande partida, infernizava pela esquerda. Foi assim que surgiu o gol que matou a partida. Numa bola ganhada por Bebê, Ivanildo recebe e toca para Rai-ka matar a partida aos 40 do segundo tempo. Ronam ainda converteria outro pênalti, aos 43, mas não o suficiente para mudar a história do jogo. O ASA está na semifinal.

Publicidade
Publicidade