Sábado, 06 de Junho de 2020
NA COLINA

Em jogo de um time só, Manaus ‘passeia’ contra o São Raimundo e vence por 3 a 0

Fumaça, Janeudo, Spice marcaram os gols da vitória do Manaus, que reencontrou as vitórias após a eliminação da Copa do Brasil.



WhatsApp_Image_2020-03-08_at_19.07.31_872610FC-70CC-4FDF-AADE-E5E1F2435B0A.jpeg (Foto: Junio Matos)
08/03/2020 às 19:20

O Tufão foi ‘presa’ fácil para o Gavião! Em partida válida pela 1ª rodada do returno do Barezão, o Manaus - campeão da primeira fase -, reafirmou seu poder diante do São Raimundo. O placar de 3 a 0, contou gols de: Fumaça, Janeudo e Spice. A bola rolou no estádio Ismael Benigno - a saudosa Colina -, hoje (8), às 17h. 

“Consegui desencantar logo no meu segundo jogo do estadual, daqui pra frente só vai melhorar. O mais importante é ajudar a equipe de qualquer forma”, destacou o meia-atacante Fumaça, que fez gol e deu assistência na partida. 



A parte reprovável do confronto ficou por conta de alguns torcedores do São Raimundo, que ao invés de apoiarem o time, se preocuparam mais em proferir xingamentos em discriminação às mulheres dos atletas em campo. 

O jogo 

Desde o apito inicial, era fácil perceber que o Manaus iria propor as ações ofensivas da partida. Com muita velocidade pelas beiradas do campo, principalmente com as descidas do meia-atacante atacante Fumaça, o Gavião ‘deitava e rolava’ no gramado. Prova disso é que o placar foi aberto logo as 11 minutos da primeira etapa: Janeudo deu passe ‘açucarado’ para Fumaça, que saiu na cara do goleiro Lucas e bateu cruzado para abrir o placar - marcando seu primeiro gol com a camisa esmeraldina -. 

Mesmo após sair na frente, o Gavião seguiu pressionando a equipe do Tufão, comandada pelo técnico estreante Carlos Prata, que não conseguia encontrar maneiras de ameaçar a meta do Manaus. Aos 31, Derlan desceu pelo meio campo, tabelou com Janeudo na área e o camisa 90 bateu com curva na bola, estufando o ângulo e ampliando o placar. Querendo liquidar qualquer pensamento de reação dos adversários, a equipe de Welington Fajardo sacramentou a vitória três minutos após o segundo gol: Fumaça cruzou bola da esquerda para Thiago Spice que subiu mais alto que todo mundo e cabeceou a bola pra rede. 

Na volta do intervalo, o Manaus veio com uma proposta mais reativa e esperou o Tufão se lançar ao ataque. Sem muita criatividade, os jogadores do alviceleste não conseguiam penetrar na defesa esmeraldina e levavam perigo apenas em bolas alçadas no meio da área. Aos 25, Negueba recebeu cruzamento de Geto na área e cabeceou para carimbar o travessão do goleiro Jonathan. Com o jogo definido, o Gavião jogou com o relógio e garantiu os três pontos. 

“Vamos ter que fazer milagre. Sabemos que não será fácil, o time precisa de muita coisa. Se o time jogar com a postura do segundo tempo tenho certeza que vamos permanecer na Série A do estadual”, disse o técnico Carlos Prata, em seu primeiro jogo no comando do Tufão. 

News whatsapp image 2019 06 21 at 16.12.51 7cbfadd4 8d2b 47cf a09e 336b83276e71
Repórter de A CRÍTICA

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.