Publicidade
Esportes
DISPUTA

Em jogo tenso, Fast avança para a final após empate contra o Princesa

O Princesa do Solimões chegou a sair na frente no placar, mas viu o Fast empatar aos 49 minutos da primeira etapa e se classificar graças a melhor campanha na fase de grupos 08/08/2018 às 22:40 - Atualizado em 09/08/2018 às 01:01
Show fast
Foto: Antonio Lima
Valter Cardoso Manaus (AM)

O jogo teve todos os ingredientes de uma decisão: expulsão, gol e muita emoção. No segundo duelo das semifinais, Fast e Princesa empataram em 1 a 1, nesta quarta-feira (8). Com o resultado, o Rolo Compressor garantiu vaga para a disputa do título de Campeão Amazonense Sub-19 contra o Holanda.

Com um primeiro tempo agitado, o Princesa do Solimões chegou a sair na frente no placar, mas viu o Fast empatar aos 49 minutos da primeira etapa e se classificar graças a melhor campanha na fase de grupos. “A gente falou no vestiário que ia correr um pelo outro, que ia até o final. Sabíamos que ia ser complicado, foi o jogo mais duro e agora é trabalhar para chegar firme e forte para a disputa da final”, garantiu Andrew, o herói da classificação fastiana.

Os jogos da grande final diante do Holanda acontecem no próximo domingo (12) e  na quarta-feira (15).

O jogo

A partida começou movimentada e os dois times pareciam dispostos a atacar. Com velocidade intensa dos dois lados, o ritmo da partida já apontava que o 0 a 0 logo sairia do placar. E o primeiro gol do jogo saiu logo aos 15 minutos e para o time de Manacapuru. Max aproveitou vacilo da zaga, roubou bola da defesa e completou para o fundo das redes.

O clima da partida esquentou e o árbitro precisou distribuir cartões amarelos para controlar o ânimo dos jogadores. Com o jogo quente, faltou frieza para o Fast empatar o jogo aos 30 minutos. Após bola que sobrou dentro da área, vários jogadores do Rolo Compressor tiveram a chance de completar para dentro do gol e nenhum  conseguiu igualar a partida. No último minuto antes do intervalo, Andrew colocou o Fast de volta na partida com gol de cabeça.

A disputa seguiu intensa na segunda etapa. Conforme o relógio caminhava, a disputa dentro de campo ganhava contornos dramáticos, sem grandes chances de gol.

Nos minutos finais da partida, o Rolo Compressor chegou a ter um jogador expulso, mas resistiu à pressão do Tubarão e garantiu vaga na final.

Publicidade
Publicidade