Terça-feira, 19 de Novembro de 2019
REENCONTRO

Em situação crítica na tabela, Iranduba reencontra zagueira Sorriso

Hoje no Internacional, Ingrid 'Sorriso' atuou no futebol amazonense nos anos de 2016 e 2017. Pelo Hulk, foram 14 partidas e dois gols marcados



ingrid_sorriso_4A2302C6-E290-45A4-99BB-B39E453C00FC.JPG No futebol amazonense, Sorriso atuou por Iranduba e 3B da Amazônia. Foto: Adriano Fontes/Agência TFFA
26/07/2019 às 19:25

Na tarde deste domingo (28), às 17h (de Manaus), o Iranduba recebe o Internacional, na Arena da Amazônia, pela décima quarta rodada do Brasileiro Feminino. A um ponto da zona da ‘degola’, o Hulk tem duas rodadas para evitar o rebaixamento à Série A2. Já o Colorado, atual quinto colocado na tabela, pode saltar para a terceira colocação caso o confronto entre Kindermann-SC e Flamengo termine empatado.

E a partida marca o reencontro do Iranduba com uma velha conhecida. Atualmente jogadora do Internacional, a zagueira Ingrid 'Sorriso' esteve no futebol amazonense nos anos de 2016 e 2017. Foram 14 jogos pelo Hulk e oito pelo 3B da Amazônia. Retornando à capital amazonense, Sorriso espera casa cheia. “Ficaria muito feliz em ver a Arena da Amazônia lotada mais uma vez. Tenho um carinho muito grande pela cidade e pelos torcedores. Vai ser um grande jogo”, afirmou.



Sobre o possível salto para a terceira rodada - que reservaria, teoricamente, um confronto mais fácil nas quartas de final -, Sorriso disse que o foco está somente em atingir o título. “Para quem quer ser campeão, não existe preocupação em relação ao próximo adversário. Penso que não importa quem vier, temos que estar focadas. Estando na terceira ou qualquer outra colocação, nada vai mudar o nosso objetivo de ser campeãs”, apontou a zagueira.

A duas rodadas do fim da fase classificatória, Santos e Corinthians estão empatados em pontos na liderança. Além disso, as últimas vagas para as quartas de finais não estão asseguradas. Com tanto equilíbrio, o Brasileiro ganha em repercussão. Para a zagueira, a Copa da França foi um evento que ajudou o futebol feminino como um todo, mas ainda falta. “Nosso futebol vem crescendo e a visibilidade aumentou, ainda que não seja o suficiente para o que nós merecemos. Espero que continue crescendo no próximo ano”, declarou.

Ex-Hulk, Sorriso, mesmo de longe, lamenta a fase vivida pelo Iranduba. “Fico triste pela situação que o clube está vivendo. Torço para que o rebaixamento não aconteça. Mas meu foco é o Inter e vou lutar até o último minuto para sair com a vitória no domingo”, prometeu a zagueira. Ela já vestiu a camisa Colorada em 35 partidas e marcou três gols.

News leonardo 9028af08 26fb 4271 b322 4409cded8370
Repórter do Craque
Jornalista em formação na Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e repórter do caderno de esportes Craque, de A Crítica. Manauara fã da informação e que procura aproximar o leitor de histórias – do futebol ao badminton.

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.