Terça-feira, 23 de Abril de 2019
publicidade
_ASL4437.JPG
publicidade
publicidade

PRÓXIMIDADE

Em treino aberto, seleção feminina faz a festa com torcida amazonense

Dentro de campo, trabalho físico puxado, fora dele um show de autógrafos e gritos da torcida


06/04/2017 às 20:55

"Nós precisamos mais disso. É uma felicidade enorme poder entrar em campo e ver essa torcida nos acompanhando, gritando, nos incentivando". A frase, dita pela lateral Letícia, parece ter sido dita após uma partida, mas foi apenas o treino. Diante torcida, a seleção fez a primeira atividade aberta na preparação para enfrentar a Bolívia, no próximo domingo (09).

Nesta quinta-feira (07), a equipe comandada pela técnica Emily Lima suou no campo do Estádio Carlos Zamith, na zona leste de Manaus. As jogadoras foram divididas em vários grupos e fizeram trabalho em campo reduzido trabalhando desde posicionamento, passes curtos até finalizações. “Ela quer bastante vontade, intensidade, quer sempre que nós estejamos bem inspiradas para treinar e, graças a Deus, estamos sempre vindo aqui e fazendo o nosso melhor”, resumiu a meia Maurine.

Os trabalhos em grupo servem também para observar jogadoras entre novatas e veteranas que podem passar a integrar a lista de convocadas com maior frequência. “Estou me sentindo muito bem, são jogadoras experientes, inteligentes, onde eu posso aprender muito jogando com elas e ao mesmo tempo dar o meu melhor. É fácil jogar com jogadoras assim, então é uma oportunidade muito boa para mim, representar o meu país e ao mesmo tempo aprender ainda mais com elas”, analisou a estreante Letícia.

Torcida

Muita gente enfrentou o sol só para ter a chance de ficar pertinho das estrelas do Brasil. “Isso incentiva o futebol feminino que está crescendo cada vez mais com a seleção feminina. Já estamos tendo uma prévia de como vai ser o jogo delas domingo e, lógico, que estarei lá, presente”, garantiu Laura Soares, vendedora, que acompanhava o treino da arquibancada.

Enquanto a maioria da torcida assistia tudo sentada ao lado do campo, um grupo de pessoas até improvisou ‘camarote’. Em cima de containeres, um grupo de trabalhadores também deu um jeitinho para acompanhar as jogadoras da seleção.

“Todos os treinos nós estamos aqui assistindo. Nós damos uma pausa aqui porque o nosso patrão é o melhor de todos. Aqui é o camarote especial”, brincou Isaias Silva, borracheiro que trabalha exatamente atrás do estádio onde a Seleção Brasileira realiza seus treinos.

publicidade
publicidade
Vândalos depredam estádio da Libertadores feminina em Manaus
Seleção Brasileira de Futsal Sub-20 realiza treinos na cidade de Manaus
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.