Sexta-feira, 23 de Julho de 2021
Campeonato Brasileiro

Em Volta Redonda, Manaus vai em busca de segunda vitória seguida na Série C

Sem o atacante Philip e o lateral-esquerdo Dudu Mandai, titulares na partida passada, o Manaus encara o Volta Redonda, neste domingo



Manaus_FC_-_Iago_Albuquerque_278C717E-183F-43A3-8982-DCC8CDDE6949.jpg Foto: Iago Albuquerque
05/06/2021 às 15:04

De olho em trazer três pontos na bagagem, o Manaus volta à campo pela Série C na tarde deste domingo (6), às 15h (horário local), quando enfrentará o Volta Redonda-RJ, no estádio Raulino de Oliveira, pela segunda rodada do certame nacional. Com um triunfo por 2 a 0, Gavião do Norte venceu na estreia o Santa Cruz, atuando na Arena da Amazônia e chegou à terceira posição ao fim da rodada. Do outro lado do confronto, a equipe carioca foi derrotada por 3 a 0 quando visitou o Altos-PI em Teresina e amarga no momento uma posição na zona de rebaixamento.

Em entrevista coletiva, o técnico Marcelo Martelotte falou sobre a semana de treinamentos de sua equipe. Desta vez, o treinador destacou que conseguiu trabalhar o elenco buscando características especificas do adversário deste domingo. Além disso, falou sobre o objetivo de conquistar mais uma vitória na Série C.



“Foi uma semana muito proveitosa, a gente conseguiu trabalhar aspectos específicos pensando neste jogo, o primeiro como visitante e longe da nossa casa em que temos como objetivo alcançar mais uma vitória, jogar em um nível de excelência e através deste jogo, desse comportamento, estar mais próximo possível da vitória”, disse Martelotte.

Sobre a expectativa para a partida, se engana quem acha que o técnico Martelotte esteja achando que o adversário deste domingo será mais ‘vencível’ por ter sido derrotado na estreia. O técnico apontou para a dificuldade encontrada na Série C e jogou a maior responsabilidade pelo resultado para o lado adversário, por conta de estar jogando em casa.

“Expectativa de um jogo difícil, o Volta Redonda vem de uma derrota na primeira rodada, a gente sabe que esse campeonato é muito difícil, as equipes estão se estruturando e se montando agora no início da competição, então já esperamos que o adversário tenha uma jogo melhor do que teve contra o Altos e por isso nos preparamos ainda melhor para enfrenta-los, a dificuldade é a mesma de quando a gente joga fora de casa, uma responsabilidade maior do adversário, mas a gente também sabendo que temos que fazer para buscar a vitória”, concluiu. 

Provável escalação

De acordo com  departamento médico do clube, todos os testes dos jogadores deram negativo para Covid-19. Por outro lado, seguem sem condições de jogo: o lateral-esquerdo Dudu Mandai, os volantes Márcio Passos e Vinicius Barba, além do atacante Philip. Mesmo sem lesão, o meia Marcelinho não viajou com o grupo por opção da comissão técnica.

Com isso, segue algumas dúvidas de como Martelotte deve armar o time levando em consideração os desfalques. O atacante Vitinho pode ser escalado no lugar de Philip, com Douglas Lima permanecendo na posição de meia. Outra opção é o lateral-direito Edvan ser avançado para a posição e assim Guilherme Amorim ser escalado na lateral. Outra alternativa é colocar Douglas Lima pela direita e promover a estreia de Allan Dias no time titular.

Tendo opções na ‘mesa’, Martelotte deve escalar o Manaus da seguinte forma: Gleibson; Edvan, Luis Fernando, Spice e Assis (Ronaell); Gilson Alves, Gabriel Davis e Douglas Lima; Vitinho (Allan Dias), Diego Rosa e Vanilson. 

Arbitragem

Jonathan Benkenstein Pinheiro apita a partida deste domingo. Ele terá como assistentes Fabricio Lima Baseggio e Gustavo Marin Schier, todos do Rio Grande do Sul. O quarto árbitro e analista de campo são Tarcizo Pinheiro Caetano e Simone Xavier de Paula E Silva, ambos do Rio de Janeiro.

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.