Publicidade
Esportes
Craque

Emoção de Milhões! Flamengo tenta encostar no Vascão em clássico neste domingo no Maraca

A partida, que vale a liderança do Campeonato Carioca, está marcada para às 17h30 (Manaus) 21/03/2015 às 18:57
Show 1
Hoje é dia de Flamengo e Vasco pelo Carioca
Felipe de Paula Manaus

Flamengo e Vasco. Nem precisava dizer muita coisa. Se não o mais tradicional, atualmente o mais celebrado clássico do futebol brasileiro. Mobiliza multidões e praticamente divide o País. Há muitos anos, deixou de pertencer somente ao Rio de Janeiro para envolver os fanáticos torcedores de ambos os times em todo o Brasil.

Mas neste domingo, além do natural componente de rivalidade que estimula os ânimos de torcida e jogadores desde o início da semana, um ingrediente a mais deve temperar o caldeirão que vai virar o Maracanã na partida de hoje (marcada para as 17h30, no horário de Manaus): a disputa direta pela liderança no Campeonato Carioca.

Os dois times vêm bem no Estadual. Invicto, o Vasco soma 26 pontos e é o líder da competição: são oito vitórias em 10 partidas, com dois empates. Já o Flamengo tem sete vitórias, com 10 jogos, uma derrota e dois empates. O jogo é o segundo confronto do ano entre os dois rivais. O primeiro foi em Manaus, pelo torneio SuperSeries, em que o Rubro-Negro venceu o rival, também sagrando-se campeão do torneio.

O técnico vascaíno, Doriva, aliás, reconheceu, em entrevista coletiva, a importância do jogo do início do ano para a análise que fez da equipe do Flamengo durante a semana. “Nosso time mudou bastante, o Flamengo não mudou tanto assim. Mas com certeza (o jogo de Manaus influencia). Temos observado todos os jogos do Flamengo”, disse o treinador, que pela primeira vez entra no Maracanã como técnico.

No Rubro-Negro, parte das atenções se volta ao volante Luis Antônio, que foi indiciado na manhã da última sexta-feira após suspeita de ligação com a milícia (espécie de poder paralelo armado) do Rio de Janeiro: o jogador teria presenteado o chefe miliciano com um carro, depois registrado como roubado pelo pai do atleta, que também foi autuado.

Mesmo assim, o volante treinou normalmente no Ninho do Urubu, escalado no time reserva. Entre os titulares, o técnico do Flamengo Vanderlei Luxemburgo chegou a fechar boa parte do treino de sexta-feira, mas, por fim, abriu jogo e deixou clara a formação do time que deve encarar o rival carioca (ver ficha técnica)

Paulinho, que após voltar de lesão marcou um dos gols do Fla na vitória diante do Brasil de Pelotas pela Copa do Brasil, deve começar a partida no banco de reservas.


Vasco
Pelo lado vascaíno, o técnico Doriva preferiu o mistério e fechou os treinos de quinta e sexta-feira para a imprensa. A dúvida que pairava sobre Gilberto, que havia se ausentado dos treinos nesta semana, se desvaneceu: o próprio treinador desfez a incerteza e garantiu que o atleta está 100% para a partida. Outro destaque vascaíno é o atacante Dagoberto, que estreou deixando o seu na goleada sobre o Nova Iguaçu por 5 a 1, no último domingo.

Histórico No histórico do confronto entre os dois times no site de estatísticas Futpédia, contando-se os duelos entre os dois clubes desde 1923, o Rubro-Negro carioca sai na frente, com 115 vitórias sobre o rival; o Vasco soma 93 vitórias; já os empates estão, ainda segundo o site, no número de 88 partidas. O Flamengo teria marcado 395 gols contra 365 do Gigante da Colina.

Em questão de jejum, o Vasco é quem tem a maior invencibilidade. Ficou 14 jogos, ou seis anos, sem perder para o arquirrival carioca, entre os de 1945 e 1951. Contudo, quem amarga jejum desta vez é o Cruz-Maltino, que desde 2012 não vence o time da Gávea.

‘Algoz’ Márcio Araújo tira pressão de árbitro
Em 2014, Márcio Araújo virou herói do Flamengo e carrasco do Vasco na final do Campeonato Carioca. Ele fez o gol que garantiu o título ao Rubro-Negro. Quase um ano depois, vai encontrar o rival. "É um clássico especial, vale muito. Queremos fazer nosso melhor. No título do ano passado fui feliz, fiz o gol da conquista, mas agora é uma nova história. Sabemos da responsabilidade e do privilégio de jogar essa partida", declarou o volante.

O título em 2014 foi polêmico. Márcio Araújo fez o gol de forma irregular - ele estava impedido. O volante tira a pressão dos ombros do árbitro João Batista Arruda, que irá apitar o clássico deste domingo.

"Arbitragem é assunto todo jogo. A gente tem de parar de achar que existe alguma coisa contra algum time, porque aí já seria demais, teria de parar de jogar. Erros acontecem por parte de arbitragem, diretoria, comissão técnica, jogadores, todo mundo", encerrou Márcio Araújo.

Publicidade
Publicidade