Publicidade
Esportes
Craque

Empossado como novo presidente do Holanda, Leão Braúna quer reviver momentos de glória

Novo presidente era membro da diretoria desde 2006 quando Paulo Radin assumiu o clube. Com a renúncia do presidente, em abril, e do vice não assumir o mandato, Leão Braúna volta ao cargo clube depois de nove anos 25/09/2015 às 00:17
Show 1
Leão Braúna vai presidir o Holanda até o final de 2018
Anderson Silva Manaus (AM)

Último clube do Amazonas a disputar a Série C do Campeonato Brasileiro, o Holanda ganhou um novo presidente na última quarta-feira (23). Empossado para o mandato até 2018, Leão Braúna, um dos fundadores do clube e primeiro presidente em 1984, pretende fazer com que o time novamente dispute as competições em nível nacional.

“O que vou fazer, vou fazer por um clube que também sou fundador. Mas vou tentar acertar ao menos um quarto do que o Paulo Radin (ex-presidente) fez e foi histórico. Ganhamos todos os títulos que disputamos: Série B do Amazonense, Juniores, Juvenil, Campeonato Amazonense... Participamos da Copa do Brasil e fomos o último clube a disputar a Série C. Vou tentar levar o time para as competições nacionais”, afirmou Leão Braúna.

Sem concorrente nas urnas, Braúna foi empossado depois que Paulo Radin renunciou ao cargo no mês de abril. O vice-presidente, Sidney Bento, assumiu o cargo, mas decidiu antecipar as eleições que ocorreriam apenas em 2016.

“O Sidney não tinha tempo para assumir o Holanda e resolveu antecipar as eleições de forma coerente, documentada no diário oficial como pede a lei. Não tive concorrentes então estamos trabalhando”, declarou.

De volta a Rio Preto


Firme na proposta de levar o clube às competições nacionais, Braúna quer contar com uma ajuda especial: o torcedor. Pra isso, o clube retorna para a terra da Laranja, depois de iniciar a preparação para a Copa Amazonas na capital.

“Realizamos o treinamento todo em Manaus. Agora estamos indo para Rio Preto. Neste sábado vamos fazer um amistoso contra a seleção de Rio Preto e o time já fica por lá. Todos terão hospedagem e alimentação pagas pelos amigos empresários da cidade e iremos treinar no campo do quilômetro 42 e no próprio Francisco Garcia (estádio da cidade)”, ressaltou Leão, que não terá disponível para uso o CT do clube que o ex-presidente batizou de “CT Leão Braúna”. O local que possui 15 alojamentos e foi utilizado pelo clube até 2014, chegou a ser anunciado pelo ex-presidente como um dos melhores do país.


“O Paulo Radin apenas prestou uma homenagem pra mim. Mas o CT é dele. O clube apenas utilizava porque ele deixava, ele é o proprietário. Fizemos nossa pré-temporada para a Copa Amazonas toda em Manaus. Apenas a propriedade é dele, não era do Holanda”, explicou.

Em meio às dificuldades – característica do futebol amazonense – o novo presidente tem arregimentado uma “legião de amigos”.

“Estou lutando e vou lutar ainda mais, com o meu conhecimento e minha amizade, para buscar parceiros e fazer um Holanda forte. Estou muito feliz com a ajuda dos amigos e  empresários daqui de Rio Preto e até de Manaus. Com a ajuda de todos vamos fazer um Holanda mais forte”, ressaltou o dirigente que espera apoio dos líderes políticos de Rio Preto.

Em busca da Copa Verde

Se é honrar o nome do Amazonas é uma competição nacional – fato que não ocorre há algum tempo pelos clubes locais -, Braúna terá a primeira oportunidade na disputa da Copa Amazonas. A competição dá vaga ao Campeão para a Copa Verde 2016, e o dirigente trouxe de Minas Gerais o novo treinador do clube.

“Contratamos o treinador Alencar Viana. Ele já treinou alguns clubes de Minas e de São Paulo e foi uma indicação de um ex-jogador nosso que deu boas referências”, disse.

Pela primeira vez em Manaus, Alencar Viana, 44, já comanda o clube há pouco mais de um mês. O novato no futebol local está animado.

“Estou gostando muito dos jogadores e também do calor. Eles (jogadores) estão com vontade e querendo... Por onde passo uso 60% de jogadores da casa ou 40%, e eu sou um treinador que dou moral para o jogador da casa. Eu quero um jogador intenso dentro de campo, que sem a bola faça a marcação e com a bola saia jogando. Todos os jogadores têm mostrado bastante vontade”, garantiu o comandante ao constatar um bom time na vitória por 1 a 0 contra um time amador que se prepara para a disputa do Peladão, em amistoso realizado na última semana.

“Foi um bom jogo e vencemos o time que vai disputar o Peladão. Mas nossa primeira partida na Copa Amazonas temos que entrar focado. Essa Copa não permite erros e não podemos errar. Perder na estreia complica bastante. É entrar focado”, alertou.

Estreia
O Holanda estreia na Copa Amazonas, em busca da primeira competição em nível nacional sob o comando de Leão Braúna, contra o Fast, no sábado (10 de outubro), às 19h, no estádio Carlos Zamith, Zona Leste de Manaus.

Publicidade
Publicidade