Publicidade
Esportes
Craque

Equipe amazonense de luta olímpica disputa Copa Internacional no Panamá

Favorita para ter um representante amazonense no time olímpico de 2016, luta olímpica entra em cena neste final de semana 16/10/2014 às 19:23
Show 1
O técnico cubano Dagoberto Arbolaez é responsável por treinar a equipe amazonense e chefiar a delegação na viagem
ACRÍTICA.COM Manaus (AM)

Famoso por revelar grandes nomes para o mundo da luta, desta vez o Amazonas foca suas atenções para outra arte marcial. A luta olímpica, modalidade que tem maiores chances de por um amazonense nos jogos olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016 rouba a cena e entra no tatame para ‘derrubar’ os adversários.

E para manter os atletas do Centro de Treinamento Alto Rendimento (CTARA) em alto nível a postos para a seletiva olímpica, a delegação amazonense da modalidade formada por 15 atletas e um treinador embarca na noite desta quinta-feira para a América do Norte, onde disputam a Copa Internacional no Panamá de 17 a 20 deste mês.

De acordo com o presidente da Federação Amazonense de Luta Livre Esportiva e Olímpica (FALLE), Helton Henrique, os atletas estão afiados para o torneio, principalmente depois de uma temporada em que a equipe se manteve com o alto índice técnico.

“A gente vem mantendo a forma o ano inteiro para estar sempre pronto para as lutas. Competimos o campeonato brasileiro e em torneio internacionais já de olho nas competições de 2015. E assim quem sabe, as olimpíadas de 2016. Estamos com a equipe bem fisicamente”, disse o dirigente.

Para o técnico cubano responsável por treinar a equipe amazonense e chefiar a delegação em território panamenho, Dagoberto Arbolaez falou sobre a expectativa para a competição.

“Se a equipe toda estiver bem, podemos conseguir de 8 a 10 medalhas. Queremos ficar entre os primeiros”, disse o treinador.

A FERA

Prata no Pan-Americano, Diane Lopes, 17, pinta como uma das favoritas na categoria cadete feminino.  Mas segundo a lutadora, o importante é acreditar. 

“Eu segui as palavras do treinador, acreditei no meu potencial, e consegui a prata. Mas mesmo sabendo que agora vamos competir só com a ‘nata’ da luta olímpica, meu objetivo é conquistar o ouro”, afirma.

Equipe

Categoria cadete feminino: Diane Martins, Jessica Lopes, Talia Lopes E Andréa Pimentel

Categoria Cadete masculino: Davi Silva, Patrique Sousa, Deivd Woshto e Felipe Santana.

Categoria Junior: Brenda Ariane, Yuri Santos, Crislane Saldanha, Mateus Fernandes, Alessandro Santos e Ala Ferreira.

*Com informações da assessoria

Publicidade
Publicidade