Publicidade
Esportes
Craque

Equipe de ginástica do Brasil consegue feito inédito no Mundial da China

O time brasileiro comandado por Arthur Zanetti e Diego Hypolito se classificou pela primeira vez para as finais da competição. Quatro ginastas do País ainda lutam por medalhas individuais do torneio 04/10/2014 às 15:21
Show 1
Arthur Zanetti fará a disputa no individual em sua especialidade, as argolas.
ACRITICA.COM Manaus (AM)

A equipe brasileira de ginástica masculina se classificou pela primeira vez na história para as finais de um Mundial da categoria, realizado em Nanning, na China. O feito ocorreu neste sábado (4), quando o time do Brasil ficou entre os oito melhores do mundo, alcançando a sétima posição com 348,100 pontos. Caso alcance a mesma colocação no Mundial do ano que vêm na Escócia, os ginastas do País estarão classificados para as Olimpíadas de 2016.

O grupo formado por Arthur Zanetti, Diego Hypolito, Sérgio Sasaki, Arthur Nory, Lucas Bitencourt e Francisco Barretto já havia competido na sexta-feira (3), e somado 348,100 pontos na soma dos aparelhos (solo, cavalo, argolas, saltos, barras paralelas e barra fixa). A equipe, porém, precisou esperar outras seleções se apresentarem neste sábado para saber sua posição final na classificatória. A primeira colocação ficou com a China, que computou 362,698 pontos.

A melhor posição final do Brasil na história da ginástica masculina por equipes em um Campeonato Mundial havia sido o 13º lugar em Tóquio, no Japão, em 2011. O técnico da Seleção Brasileira, Marcos Goto, comemorou o resultado do grupo de ginastas brasileiros.

“Esse resultado, com certeza, é histórico para nós. Estar entre os oito melhores do mundo por equipe é muito emocionante. Estamos muito felizes por conseguir realizar um sonho. O objetivo para o Mundial era ficar pelo menos entre os dez primeiros. Para mim, o meu objetivo, desde o início, era ficar entre os oito, sermos finalistas no Mundial por equipes”, festejou.


A classificação para a final do campeonato de Nanning representa uma grande esperança de o Brasil buscar de outro feito inédito, que é a conquista de uma vaga do time masculino para os Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro. Com o sétimo lugar na China, a Seleção já se garantiu no Campeonato Mundial de 2015, em Glasgow, Escócia. Nesta competição, oito vagas estarão em jogo para a Olimpíada na Cidade Maravilhosa.

A grande final do Mundial por equipes acontece nesta terça-feira (7). Além da disputa por grupos, o Brasil também lutará por medalhas em competições individuais. Sérgio Sasaki e Arthur Nory passaram para a decisão no individual geral. Sasaki também obteve uma vaga entre os melhores na prova de salto, ao ficar em oitavo.

Arthur Zanetti classificou-se na quarta colocação em sua especialidade, as argolas, em que é o atual campeão olímpico e mundial. Classificado na terceira posição entre os ginastas na competição no solo, Diego Hypolito tentará trazer uma medalha na prova em que vem se destacando. 

Publicidade
Publicidade