Publicidade
Esportes
NA GARRA

Equipe do Fast comemora título Sub-20: "foi de forma sofrida, mas tudo no Fast é assim"

Fast comemora o tricampeonato Júnior, e o Rio Negro venceu o jogo da decisão por 2 a 1, mas ficou sem o título. 09/09/2017 às 08:18
Show img 0430
Time venceu o Campeonato amazonense de Futebol Júnior, e comemorou muito o tricampeonato na competição. (Foto: Antônio Lima)
Jéssica Santos Manaus (AM)

O Fast sagrou-se tricampeão do Campeonato Amazonense de Futebol Júnior (sub-20), após soma de resultados conquistados nas finais contra o Rio Negro, e na sua vitoriosa campanha no campeonato. Com o título, a equipe conquistou vaga para a Copa São Paulo de Futebol Júnior 2018.

Mas, apesar de ter saído da Arena da Amazônia, na última sexta (8), com o troféu, o Fast passou por um sufoco quando o Rio Negro virou o jogo para 2 a 1, ficando a apenas um gol de reverter a vantagem adquirida pelo rolo compressor no campeonato.

Darlan Borges, técnico do Fast Clube, falou sobre a vitória do time, admitindo que não foi nada fácil. “Foi um jogo sofrido, acho que não precisavámos disso. Essa dificuldade de matar o jogo, esse preciosismo da nossa equipe, mas nós fomos coroados com muita garra, de forma sofrida, mas tudo no Fast é assim”, disse Darlan.

Para Juninho, um dos craques do time tricolor, que abriu o placar para o Fast no jogo decisivo, final tem que ser emocionante. “Final é assim, é algo dramático. Se não for assim, desse jeito, não é final. Nosso time, graças a Deus, conseguiu se portar muito bem, conseguiu suportar a pressão grande do Rio Negro. Mas o que interessa é que no final o resultado foi positivo, e conseguimos sair com o tricampeonato”, disse Juninho, que disputou seu último campeonato sub-20. “Agora é partir para o futebol profissional”, disse.

Busca da volta por cima

Se do lado do Fast, houve a alegria de ter superado as dificuldades e ter conquistado mais um título, do lado alvinegro, o lamento de não ter alcançado o título por pouco. O técnico do Rio Negro, José Ribamar, parabenizou os dois times, mas, emocionado, falou sobre não ter alcançado com seu time o troféu de campeão.

“No primeiro jogo, nós tivemos falhas individuais que ajudaram a decidir o campeonato. Nós sabíamos que precisávamos vencer. A vantagem deles era grande, e nós chegamos a tirar a vantagem regular, e não tiramos a vantagem que eles ganharam no campeonato. Então, o que podemos dizer é que o Fast está de parabéns, e a nossa equipe também, pelo jogo desta noite, e vamos trabalhar, tentar ganhar o título no próximo ano”, finalizou.

Publicidade
Publicidade