Publicidade
Esportes
SÓ DÁ ELES

Equipes A e B do Unidos do Alvorada avançam no mata-mata do Peladão

Com os resultados do final de semana, times da Zona Centro-Oeste de Manaus estão entre os 30 melhores da competição 13/01/2019 às 18:44
Show unidos do alvorada 605ff6e4 e046 43fb 9933 0ff4df58384e
Fotos: Euzivaldo Queiroz/A crítica
Jéssica Santos Manaus - AM

No último sábado (12), teve Unidos do Alvorada em dose dupla no Estádio Ismael Benigno - a Colina, Zona Oeste de Manaus, e os dois times atropelaram seus adversários. O primeiro jogo da tarde foi entre UTN Arpec Elite e Unidos do Alvorada B, e o time do bairro Alvorada venceu por 2 a 0, com gols de David e Fernandinho. O segundo jogo do dia foi entre os Amigos da Betânia/Rosário Central e o Unidos do Alvorada, que terminou com o placar de 3 a 0 para o Alvorada. Os autores dos gols foram Berica, Ewerton e Amorim. Com as vitórias, os times da Zona Centro-Oeste avançam para a próxima fase mata-mata do Peladão, e agora estão entre as 30 melhores equipes.

“O time vem crescendo a cada jogo, está focado, fechado, e a gente espera continuar com esse foco em busca do título, porque esse é o nosso objetivo, sempre foi pelo título”, disse Ewerton, meia-esquerda do time e autor do segundo gol da partida vencida pelo Unidos do Alvorada.

Este ano, Ewerton está marcando com frequência nos jogos decisivos. “É prazeroso você se destacar e ajudar a equipe em jogos de mata-mata, ficamos felizes, é uma forma de poder contribuir, é o que a equipe precisa, fazer gols, e é também o que se espera de um camisa 10”, disse o jogador.

Prontos para tudo

O técnico do time do Unidos do Alvorada B, e também auxiliar da equipe “A”, Son, disse que o time ainda tem muita trajetória pela frente, e que, por isso, precisa lembrar de que todo jogo é fundamental.

“O que eu tenho falado para os jogadores é que, no Peladão, quando você perde nessa fase não tem mais volta, então, é perde e sai, todos os jogos pra gente passam a ser decisivos, são finais, mas, para nós do time do Unidos do Alvorada, que sempre almeja chegar às finais, ainda estamos entre os 30, então faltam cinco passos para o título. Posso dizer que está dentro da nossa programação essas vitórias”, comentou.

Apesar das vitórias, digamos, tranquilas, o técnico considerou os adversários fortes nessa rodada do Peladão. “Mais uma vez foi uma boa passagem para a gente. Hoje foram dois passos difíceis: pegamos o Betânia, um time considerado forte, de tradição também, mas conseguimos passar, e a cada dia temos que fortalecer o grupo, pensando lá na frente”.

Publicidade
Publicidade