Segunda-feira, 18 de Novembro de 2019
Craque

Especial do CRAQUE: Um time 'passado na casca do alho'

Time tem Felipe, Charles, Michell Parintins e o e o rodada meia Rosembrick, que volta para comandar o meio campo do Rolo



1.jpg Rosembrick mal desembarcou em Manaus e já realizou primeiro treino físico com o elenco do Fast Club.
15/02/2015 às 21:41

O Rolo Compressor vem com força total para atropelar no Barezão 2015, para isso conta com jogadores rodados para quebrar o jejum de 43 anos sem títulos no Estadual. Renovação na beira do gramado. Essa é a maior inovação do Fast Club nesta temporada que conta com muitos jogadores que estiveram na equipe na disputa do último Barezão.

Ney Júnior será o responsável por comandar o Tricolor na tentativa de erguer o título do Campeonato Amazonense que não conquista desde 1971. As mudanças não param por aí, o orçamento para o futebol diminuiu um pouco em relação ao ano passado e o grande nome de 2014, Carlinhos Bala, não está mais no elenco.



No entanto, o meia Rosembrick está de volta ao time e promete que nesta temporada o Rolo Compressor quebrará a sina sem títulos. O “Mago” desembarcou em Manaus na última segunda-feira e se encaixou perfeitamente no esquema montado por Ney Júnior. Outro que retornou ao Tricolor foi o goleiro Labilá, que defendeu o Tricolor por três temporadas e, por problemas particulares deixou a equipe. O clube cintado também aposta na experiência de um campeão mundial. Isso mesmo, o zagueiro Ediglê, que levantou o título do Mundial de clubes da Fifa em 2006 com o Inter-RS está de volta ao futebol amazonense e agora defenderá as cores do Fast. Ao lado dele está o não menos menos experiente Márcio Abrahão, que formam a dupla de defensores do Rolo Compressor.

No meio de campo está a classe de Roberto Dinamite aliada a força de Rondinelli, mais à frente estão o Mago Rosembrick e o veloz Michell Parintins, que terão a função de municiar a dupla de atacantes formada por Felipe e Charles Chenko.Ney Júnior, que abandonou os gramados em 2012, faz sua estreia como treinador e nos treinamentos da equipe anda variando de esquema de jogo para confundir e, principalmente, surpreender seus adversários.

Treinando na formação 4-4-2 antes da chegada do pernambucano Rosembrick, Ney fez experimentos durante a semana testando o time num 3-5-2, com os laterais Amaral e Rodrigo Ítalo atuando como alas e utilizando o defensor Thyago Brandão como líbero. Para o ataque as opções de velocidade estão nos pés de Roma e do arisco Elielton. Mudanças e esquemas à parte, o time do Fast, que esteve no segundo lugar no pódio do Barezão por cinco vezes nas últimas dez edições do campeonato, deseja mais do nunca subir mais um degrau e presentear sua fanática torcida com o título. Para começar a caminhada em direção à taça, o Rolo Compressor precisa atropelar o misterioso Iranduba da Amazônia, no próximo sábado, no estádio da Colina. 


Mais de Acritica.com

18 Nov
bradesco_C22DD61C-FE71-4FDD-BB1B-A5B7C048EF01.JPG

TRT11 celebra acordo de R$ 1,1 milhão entre Bradesco e ex-funcionária

18/11/2019 às 11:20

A bancária ingressou com reclamação trabalhista contra o HSBC e o Bradesco em novembro de 2016, pretendendo receber o pagamento de diferenças salariais, horas extras, tempo a disposição da instituição financeira durante as viagens, além indenização pelos danos morais sofridos no ambiente de trabalho


Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.