Quarta-feira, 19 de Junho de 2019
CAMPEÃO

Estrela do Norte vence Abílio Nery e conquista Taça Nelson Mathias de Futsal

Além do título, o clube do bairro do São José 3 será o representante do Amazonas na Liga Norte 2019



futsal_4CEF3773-4714-4C72-9299-B387D4625FE3.JPG Foto: Divulgação
03/05/2019 às 19:10

A elite do futsal amazonense conheceu um novo campeão. Em jogo dramático disputado na noite dessa quinta-feira (2), na Arena Poliesportiva Amadeu Teixeira, em Manaus, o Estrela do Norte venceu o Abílio Nery por 4 a 3 e conquistou a Taça Nelson Mathias 2019 na categoria Adulto Masculino. Além do título, o clube do bairro do São José 3, Zona Leste, será o representante do Estado na Liga Norte 2019.

Para quem admira o futsal-arte, a noite foi realmente histórica. O Estrela do Norte começou a partida de forma eletrizante e abriu 3 a 0 de vantagem antes da primeira metade da etapa inicial. Mário Rubson Júnior (pegou o rebote de Vitinho), Fernando (roubada de bola) e Wendell Coelho (assistência de Ozemar Júnior) deixaram a Arena em estado de choque com a ofensiva relâmpago diante do fortíssimo time do Abílio Nery.

Supercampeão nas quadras do Amazonas, o ANEC não se entregou e conseguiu diminuir o placar no final do primeiro tempo, com dois gols marcados pelo craque Walry Elias. Com o 3 a 2 no marcador, o clima do segundo tempo foi de pura tensão de ambos os lados. Ninguém podia errar.

Em vantagem, o Estrela do Norte não manteve o mesmo padrão de jogo e viu o adversário crescer em quadra. A situação piorou com a saída de Vitinho, que atuou no limite físico, e Neto Pitillo, que se esforçava de todas as formas para permanecer na final. O time da Zona Leste teve a chance de ampliar com a expulsão de Giannini, mas não soube aproveitar a vantagem numérica por dois minutos. Uma bola na trave chutada por Ozemar Júnior foi único lance de perigo ao oponente.

O ditado do renomado técnico de futebol Muricy Ramalho, que dizia que “a bola pune”, foi devidamente aplicado na decisão da Taça Nelson Mathias. Aos 16 minutos do segundo tempo, Walry Elias roubou a bola no meio e puxou contra-ataque mortal para fazer um golaço, no alto da meta do goleiro Wendell Jorge: 3 a 3.

No último lance do tempo regulamentar, o goleiro Adryan Saraiva tirou com pé direito o chute certeiro de Ruan Sayone. O grito de campeão ficou preso na garganta.  A definição do campeão foi para a prorrogação, em dois tempos de cinco minutos.

Estratégia dos mestres

Do lado do Estrela do Norte, o técnico Breno Freitas e o auxiliar Sonny Ferreira recolocaram ordem na casa, recuperaram o psicológico abalado pelo empate inesperado do Abílio Nery e pediram para a equipe jogar futsal. Bola no chão de pé em pé.

O pedido foi obedecido e, aos 3 minutos, Mário Rubson Júnior tirou um “coelho da cartola” ao rabiscar na frente do marcador e disputar uma bomba no canto direito. Gol do título inédito justamente do capitão que foi o principal atleta do clube na competição. O ANEC ainda buscou a igualdade, mas o placar não teve mais alteração.

Fim da zica

Após o apito final, atletas, comissão técnica e dirigentes do Gigante da Zona Leste explodiram de alegria na Arena. O clima era de imenso alívio, já que o time adulto masculino do Estrela do Norte vinha de quatro vice-campeonatos seguidos: dois Estaduais da Série Ouro, uma Taça Nelson Mathias e uma Copa São Francisco.

“Essa conquista é uma grande vitória não só do Estrela do Norte, mas do futsal amazonense que novamente viu um grande espetáculo. O Abílio Nery é um grande adversário e valorizou essa conquista. Atletas, comissão técnica, patrocinadores e apoiadores estão de parabéns, agora é pensar na Liga Norte”, comentou o presidente do Estrela do Norte, Cleudinei Lopes.

Receba Novidades

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.