Publicidade
Esportes
Craque

‘Eu amo José’: Dana White volta atrás e acena com nova luta de Zé Aldo pelo cinturão do UFC

Presidente do Ultimate muda de ideia e confirma que conversará com Scarface para novo combate pelo título dos penas. Mudança veio após o lutador amazonense dizer que só lutaria pelo cinturão 04/02/2016 às 11:29
Show 1
Dana White perece ter entendido o recado do Scarface.
ACRITICA.COM Manaus (AM)

Para bom entendedor, meia palavra basta. E parece que Dana White entendeu o recado que o amazonense José Aldo lhe mandou via redes sociais na semana passada. O presidente do UFC, que antes negava qualquer tipo de revanche com Conor McGregor, agora acena com a possibilidade de uma nova chance ao ex-campeão dos penas do Ultimate.

"Eu amo José (Aldo). Vou ligar para ele ainda hoje (quarta-feira, 3) e nós vamos conversar para decidir o quem vem pela frente para ele", revelou Dana White em entrevista ao ESPN.com. 

A mudança do discurso do mandatário do Ultimate vem depois de Aldo declarar publicamente que só aceitaria entrar no octógono do UFC se fosse por um duelo valendo o cinturão. Na ocasião o ex-campeão dos penas, que perdeu o título aos 13 segundos de combate contra o irlandês Conor McGregor, desabafou via redes sociais dizendo o seguinte:

“A única exceção seria uma luta a qualquer momento, em qualquer lugar e já que ele está com medo de me devolver o cinturão, não precisa ser pelo cinturão”, postou Aldo, marcando McGregor, Dana White e Lorenzo Fertitta - um dos donos do UFC.

Dana White confirmou que o conteúdo da conversa que teria com Aldo nesta quarta seria uma nova luta, mas não afirmou se poderia ser a revanche com Mcgregor. Na semana passada o presidente do Ultimate foi enfático em afirmar que um novo combate entre o brasileiro e o irlandês estava descartada.

"Nós marcamos a luta da primeira vez e Aldo se machucou e teve que sair. Com isso nós marcamos novamente e terminou em 13 segundos. É difícil marcar essa luta de novo imediatamente", disse Dana na época.

Parece que o todo-poderoso do UFC sentiu a pressão do Scarface e "amarelou" pro "Campeão do Povo".

Publicidade
Publicidade