Domingo, 12 de Julho de 2020
Boxe de praia

Evento inédito de 'Beach Boxing' acontece em março na praia da Ponta Negra

As areias da praia da Ponta Negra vão ‘subir’, na 1ª edição do Open de Beach Boxing Amazonense, que contará com 13 combates eletrizantes no dia 15 de março



WhatsApp_Image_2020-02-11_at_16.10.02_03844B48-7AF7-41C3-9677-CC021A2621E9.jpeg Foto: Divulgação
12/02/2020 às 14:30

O boxe de praia, modalidade derivada do tradicional boxe no ringue, vem conquistando muitos adeptos no Brasil, principalmente nos litorais do território nacional. Agora, a nova ‘onda’, ou melhor, ‘banzeiro’ chega a Manaus: no dia 15 de março, acontece o primeiro Open de Beach Boxing do Estado. Contando com 24 atletas, que farão 13 combates pra ‘esquentar’ a areia manauara. O evento acontece na praia da Ponta Negra, a partir das 9h.

“Já é uma modalidade muito popular no Rio de Janeiro. É um evento completamente inédito em Manaus. Queremos mostrar que é possível conciliar o esporte com a consciência ambiental, esse é um dos motivos para realizamos na Ponta Negra”, disse Nelson ‘Baiano’, presidente da Associação de Professores e Mestres de Artes Marciais do Amazonas (APMAM), sobre a importância do campeonato. 



Além da diferença mais óbvia entre o boxe convencional e seu ‘irmão’ da praia, Nelson explica mais algumas peculiaridades que fazem da prática quase um ‘novo’ esporte.

“As modificações são muitas, além dos pés descalços na areia, os rounds possuem menos tempo e o período de descanso também é menor para cada atleta. Isso acaba influenciando bastante na estratégia usada pelos lutadores”, comentou o mandatário da associação que realiza a organização do evento.

As inscrições para a competição são completamente gratuitas, para que o maior número de atletas possa participar do certame. Segundo Nelson Baiano, um dos grandes objetivos do evento é difundir o esporte no solo baré. 

“Era para se cobrar as inscrições como todas as instituições, mas eu como presidente da associação resolvi não cobrar, para incentivar os atletas e fortalecer o esporte. Nenhuma instituição no Amazonas faz esse tipo de coisa”, afirmou Nelson, que busca apoio para premiação dos atletas. 

“Por enquanto temos certificados e medalhas como os principais prêmios do campeonato. Estamos correndo atrás de patrocínio para outros brindes, kit de suplementos, luvas e bonés. Qualquer brinde que faça o atleta se sentir grato por participar do evento”, revelou o organizador.

News whatsapp image 2019 06 21 at 16.12.51 7cbfadd4 8d2b 47cf a09e 336b83276e71
Repórter de A CRÍTICA

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.