Publicidade
Esportes
No campo político

Ex-craque do Milan, George Weah, vai concorrer à presidência da Libéria

O ex-atacante vai tentar pela segunda vez ser presidente do país africano 29/04/2016 às 10:00
Show george weah
Weah brilhou com a camisa do Milan nos anos 1990 e após se aposentar virou político (Foto: Divulgação/Milan)
ACritica.com Monróvia (Libéria)

O astro internacional liberiano do futebol e agora político, George Weah, disse nesta quinta-feira que fará uma segunda tentativa para se tornar presidente do pobre país do oeste africano nas eleições do ano que vem.

Cantando “você pode ter o mundo inteiro, mas me dê Weah”, milhares de simpatizantes lotaram a sede do seu Congresso por Mudança Democrática (CDC) para ouvir o anúncio.

A Libéria há mais de uma década se reconstrói depois uma longa guerra civil terminada em 2003 que dizimou a infraestrutura do país fundado no século 19 por escravos norte-americanos libertados.

O país recebeu um novo golpe com a pior epidemia de Ebola que se tem registro, que matou mais de 4.800 dos seus cidadãos nos últimos dois anos e ao mesmo tempo paralisou o setor de saúde e cortou o crescimento econômico.

"Tendo ouvido o grito do nosso povo e visto o seu drama, eu declarou diante de vocês, meus compatriotas, e de Deus Todo-Poderoso que eu vou concorrer à Presidência do meu amado país nas eleições nacionais de 2017", afirmou Weah, de 49 anos.

Publicidade
Publicidade