Terça-feira, 17 de Setembro de 2019
Venceu e voltou!

Ex-craque do São Raimundo, Luis Henrique está de volta a Manaus

Com passagem brilhante pelo São Raimundo, em 2006, o meia-atacante, que jogou ao lado de Edmundo e Valdívia no Palmeiras, virou ídolo na Coréia do Sul e astro no mundo árabe voltou pra não sair mais da capital amazonense



la.JPG No Mundico, e 2006, o carioca Luis Henrique se destacou e ganhou o mundo (foto: Gilson Melo)
24/07/2017 às 12:09

Tem um famoso ditado local que diz: “comeu jaraqui, não sai mais daqui”. Pois bem, parece que a setença é verdadeira, pelo menos no caso de Luis Henrique Alves Silva, 36, ou apenas, Luis Henrique.

Após pouco mais de uma década londe do Amazonas, o meia-atacante, que foi destaque com a camisa do Tufão da Colina no Brasileirão da Série B de 2006 - inclusive sendo a revelação da competição com 12 gols -, está de mudança definitiva para Manaus.

“Um dos motivos (da volta) é a minha família, meus filhos. Minha esposa é amazonense a família dela é daqui também. Conversamos muito e já tínhamos essa meta após da provável parada, a gente vir pra Manaus”, revelou o jogador, que chegou ao Estado em 2004, para vestir a camisa do Nacional, onde disputou o Barezão de 2004 e 2005 pelo Leão da Vila Municipal. Porém, foi no São Raimundo que a carreira de Luis Henrique deu uma guinada de 180º, mesmo com o Mundico sendo rebaixado à Série C naquele ano.

No Palmeiras, Luis Henrique foi campeão paulista de 2008, ao lado de Edmundo e Valdívia (Foto: Gilson Melo)

“O ano de 2006 pros jogadores que passaram pelo São Raimundo foi muito triste. Lutamos até o fim pra que não acontecesse o que aconteceu: a queda do São Raimundo. Mas infelizmente o futebol tem dessas coisas, não foi possível a permanência na Série B e acabamos caindo. Mas alguns jogadores foram felizes por poder fazer um bom campeonato, como eu e outros jogadores, que puderam ir pra outros clubes e ser felizes em outros lugares”, relembra.

O sucesso do jogador na Série B com o Tufão foi tamanho que ele foi parar no São Caetano-SP, onde foi vice-campeão paulista de 2007. Depois disso ele não parou mais. Do Azulão foi para o Palmeiras, onde se sagrou campeão do Paulistão atuando ao lado de craques como Edmundo e Valdívia.

Consagração na Coreia

Do Verdão, Luis Henrique se tornou ídolo na Coreia do Sul com a camisa do Jeonbuk Hyundai Motors. “Joguei na Coréia num clube por sete anos e ganhei três títulos e tive participação em Champions (Asiática) também, onde fomos pras finais e fomos campeões e foi muito bom”, pontua o jogador que também brilhou no futebol do mundo árabe.

Em Dubai, o meia-atacante virou astro (Foto: Reprodução)

“Em Dubai foi bom também. Nesse último clube (Ajman) onde estive e fui campeão também, tive o prazer de conseguir botar o time na Série A do Campeonato dos Emirados, na Liga principal e ainda fazer o gol do título”, disse.

Planos pro Barezão

Luis Henrique não esconde o carinho que tem por Manaus e principalmente pelo futebol Baré. Aos 36 anos, o meia-atacante está com planos de pendurar as chuteiras e quer fazer isso nos campos que o projetaram para o Brasil e o mundo.

Questionado em qual clube amazonense ele gostaria de encerrar a carreira, Luis Henrique foi enfático. “Isso ainda não sei, vou ver o que abrir a porta pra mim, o que me receber. Pretendo fazer jogos, disputar o que tiver de disputar pra que eu faça o encerramento da minha carreira”, revelou o ponta-esquerda apontando que deve permanecer no meio futebolístico após parar de jogar.

Luis Henrique visitou a Colina, onde brilhou com o Mundico e espera voltar a marcar o estádio (Foto: Gilson Melo)

“Penso sim, em finalizar aqui mesmo e, dependendo do clube onde eu possa estar, pode ser que eu converse com a diretoria ou com as pessoas do clube pra que haja a possibilidade de me manter no clube em alguma coisa que a gente possa se encaixar e que tenha o meu perfil. Onde possa continuar no clube, trabalhar no clube e continuar no esporte”, concluiu.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.