Terça-feira, 11 de Agosto de 2020
SOLIDARIEDADE

Ex-Fast Clube inicia série de ações sociais em bairros de Manaus

Ainda sem clube, o volante Roberto Dinamite tem se dedicado de forma integral ao seu projeto social



WhatsApp_Image_2019-06-28_at_17.34.36_82277C1A-8186-4314-ACA9-138D8EA98531.jpeg Foto: Divulgação
28/06/2019 às 19:49

Sem clube para jogar três meses após o vice do Barezão 2019, com o Fast Clube, o volante Roberto Dinamite tem se dedicado de forma integral ao seu projeto social de futsal, que existe há 13 anos, em Manaus.

Por meio desse trabalho o jogador vai iniciar uma série de ações sociais pelos bairros da capital amazonense chamado ‘uma explosão de solidariedade. A primeira iniciativa começa neste sábado (29), das 8h às 13h, no local de realização do projeto ‘Dinamite’, o centro educacional pedacinho do céu, bairro Santa Luzia, Zona Sul de Manaus.



“A ação social vai chamar uma ‘explosão de solidariedade’. Vários profissionais vão estar disponíveis para atender às pessoas dentro das suas necessidades, em serviços como odontologia, quiropraxia, fisioterapia, estética, emissão de documentos, corte de cabelo, manicure, atendimento com psicólogos, assistência jurídica, atividades recreativas e sorteio de cestas básicas”, disse.

Com diversas parcerias o jogador também destacou que as ações sociais serão realizadas uma vez por mês em alguns bairros, como: Monte das oliveiras, Redenção, Cidade nova, Comunidade da Sharp, Alvorada, Parque Mauá e Morro da liberdade.

“Nossa intenção é levar esses serviços uma vez ao mês pra vários bairros de Manaus. E meu próximo passo é ser representante de projetos sociais. Sinto essa necessidade porque participo de eventos com familiares de crianças que tem deficiência mental, com dependentes químicos e com idosos”, declarou Dinamite.

Projeto Dinamite

Fundado em 2006, com objetivo de ajudar crianças e adolescentes no bairro de Santa Luzia, o jogador Roberto Dinamite desenvolvou ao lado do pai, Osvaldo Prado, o projeto social Dinamite. Após vários anos de atividades, o trabalho atende hoje em dia cerca de 70 pessoas, através da prática do futsal, entre outras assistências como serviços médico básicos, passeios, e entrega de cesta básica aos atletas mais carentes.

Sem planos concretos de aposentadoria dos gramados, Dinamite ainda mantém a rotina de atleta, mas deixou explicita a vontade de após pendurar as chuteiras realizar trabalho voltado ao futebol de base.

“Eu pretendo fazer algo pra nossa categoria de base, precisando voltar aos tempos bons do nosso futebol. Nosso torcedor é carente disso é acho que eles merecem conhecer novas revelações da nossa terra, e dessa forma sem dúvidas vamos ter um futebol mais atrativo. Mas ainda não sei se vou conseguir trabalhar como treinador, dirigente ou como um representante do povo, mas eu tenho um desejo muito grande de fazer algo pelo nosso futebol”, concluiu o jogador.

News 48367672 1136721996505445 2342939255929569280 n 2dad860c 0057 4e2e b7f5 f53181960f2f
Repórter do Craque
Jornalista formado na Ufam, campus de Parintins. Estudante de pós-graduação em jornalismo esportivo na Universidade Estácio de Sá. Repórter do Caderno de Esporte ‘Craque’ de A Crítica desde novembro de 2018.

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.