Publicidade
Esportes
Fim de temporada

Ex-jogadores do Nacional revelam mágoa por não terem sido reaproveitados em 2016

Lateral-direito Peter e atacante Wanderley aguardavam um convite do clube para a temporada do ano que vem; entretanto, o Naça preferiu apostar em novos jogadores 02/12/2015 às 11:51 - Atualizado em 25/02/2016 às 18:45
Show recuperando gripe wanderley marcou iranduba acrima20150326 0001 15
Wanderley se tornou artilheiro da equipe, mas lesão no joelho tirou o jogador do restante da temporada (Evandro Seixas)
Anderson Silva

O início da nova temporada do Nacional, que terá a apresentação do técnico Heriberto da Cunha e os novos jogadores na próxima quinta-feira (3), na sede do clube, não agradou alguns jogadores que recentemente rescindiram o contrato com o clube. Os atletas levaram à sério “a promessa” de retorno ao clube, para as disputas da Copa Verde, Copa do Brasil, Brasileiro Série D e o Campeonato Amazonense. Fato que não deverá se concretizar.

Identificados com o Leão e com o torcedor, o lateral-direito Peter – que jogou praticamente todas as partidas da temporada 2015 - e o atacante artilheiro Wanderley, ausente dos treinos e jogos por conta de uma lesão contra o Bahia, pela Copa do Brasil no mês abril, revelaram uma mágoa por estarem de fora dos planos do Leão para a próxima temporada.

Peter ficou fora dos planos. Foto: Evandro Seixas

“Fiquei magoado, chateado, com algumas pessoas e com o Gilson Mota (diretor de futebol) que a todo o momento dizia que iria renovar nosso contrato. Até agora não chegou para me procurar. Fiz um bom trabalho em 2015 no clube, assim com o Rodrigo Ramos, Mauricio Leal... Não foi pela Série D, que tivemos problemas, mas sempre demos o máximo pelo clube”, afirmou Peter, fazendo questão de agradecer ao presidente do clube.

“Tem pessoas no clube que deixam a desejar. Mas o presidente Mário Cortez se mostrou uma pessoa amiga, honesta... Tudo o que prometeu cumpriu, mas infelizmente tem pessoas que deixam a desejar dentro do clube. Meu agradecimento vai todo ao seu Mário (Cortez). Tenho certeza que se eu não renovei, não foi por causa dele”, declarou.

“Vou torcer para que o Nacional alcance seus objetivos em 2016. Quem sabe um dia volte e seja valorizado por aquilo que fiz. Agradeço pelo 2015, mas que 2016 seja um ano mais vitorioso para o clube”, finalizou.

Temporada pra esquecer

Quem também tinha vontade de voltar para dar “à volta por cima” é o atacante Wanderley. O jogador que rompeu os ligamentos na partida de ida da Copa do Brasil contra o Bahia vivia um momento bom. O atacante era o artilheiro da equipe no início da temporada com sete gols. Após romper os ligamentos, o jogador ainda tentou retornar aos treinos. Sem sucesso, passou por cirurgia no joelho e desde abril apenas se recuperava.

Próximo da recuperação, agora em Maceió-AL, cidade em que reside, Wanderley ainda realiza tratamento. E agora, a chateação passou a ser companheira nos treinos em que realiza para voltar o mais rápido possível aos campos.

“Eles até mandaram uma carta de renovação, mas aí falaram que não iriam contar comigo. Eu não esperava! Isso me pegou de surpresa. Eu machuquei jogando no clube e como vou procurar time tendo ficado sete meses sem jogar?”, indagou o jogador.

“Estou triste com isso. Até proposta eu descartei porque eles tinham me dito que eu iria voltar”, afirmou.

Publicidade
Publicidade