Publicidade
Esportes
Craque

Ex-presidente do SPFC vomita ao vivo em programa de TV

Juvenal Juvêncio compareceu a um programa de televisão logo após ser destituído do cargo de diretor clube. Conhecido por gostar de ingerir bebida alcóolica, o ex-mandatário do clube passou mal depois de ser perguntado justamente sobre o que achava do polêmico assunto 16/09/2014 às 15:24
Show 1
Juvenal Juvêncio passou mal durante programa e vomitou ao vivo.
ACRITICA.COM Manaus (AM)

O ex-presidente do São Paulo cometeu uma gafe ao vivo quando era entrevistado em programa de TV nesta segunda-feira (15), no canal Fox Sports. Juvenal Juvêncio, que foi demitido horas antes do posto de diretor de futebol da base do clube paulista, passou mal e vomitou diante das câmeras do programa Fox Sports Radio. O mal estar veio logo após ele ser questionado sobre gostar de muito de beber.

Durante a entrevista, o ex-presidente do São Paulo distribuía bom humor e piadas, além de vez ou outra “alfinetar” seu rival político no clube, Carlos Miguel Aidar, atual presidente do clube paulista. Entre comentários e respostas, Juvenal aproveitava para chamar o desafeto de “traidor”: “Como ele me traiu, ele vai triar o São Paulo”, acusou.

Juvêncio também falou sobre a nota divulgada pela gestão Aidar depois de sua demissão nesta segunda. Na mensagem, o atual mandatário do São Paulo agradece o esforço de Juvenal no período em que esteve no clube e se refere ao ex-presidente como um "grande são-paulino". No entanto, o comunicado, não emocionou Juvenal. "(Aidar) tirou do bolso uma carta agradecendo os serviços. Tudo mentira! Carlos Miguel, você não presta, não tem jeito",  ironizou.    

Próximo ao final do programa, Juvenal foi questinado se ele se incomodava quando diziam que ele gostava de ingerir bebida alcóolica. Foi exatamente neste momento que o ex-presidente passou mal e vomitou em um lenço. Visilmente constrangidos com o ocorrido, os membros da mesa mudaram de assunto e procuraram contornar a situação.

Juvenal Juvêncio se recuperou em seguida e continuou a entrevista até o fechamento, sem maiores problemas. O ex-mandatário do São Paulo passa por tratamento de quimioterapia para tratar de um câncer de proposta que o incomoda há anos.

Publicidade
Publicidade