Publicidade
Esportes
Craque

Exclusivo: auxiliar técnico do Vasco, Zinho fala com o CRAQUE sobre clássico contra Flamengo

"O jogo é uma decisão, mas todos os jogos do Vasco a partir de agora se tornaram o mais importante do ano”, disse por telefone sobre a expectativa para a partida de hoje, às 15h 25/09/2015 às 17:37
Show 1
Zinho acredita que uma vitória sobre o Flamengo dará o gás necessário para o Vasco embalar na recuperação
Felipe de Paula Manaus (AM)

Agarrado às mínimas chances de escapar ao rebaixamento, o Vasco vê a necessidade de vitória no clássico contra o Flamengo neste domingo, no Maracanã, às 15h (de Manaus), por duas óticas fundamentais: se um resultado positivo ajuda o time de São Januário a somar três preciosos pontos na luta contra a degola, uma vitória sobre o maior rival ampliaria a esperança renascida depois das últimas quatro rodadas de bons resultados no Brasileirão.

É o que acredita o auxiliar técnico do Vasco da Gama, Zinho, que conversou com o CRAQUE pelo telefone antes da partida contra o São Paulo no meio da semana, pelas quartas de final da Copa do Brasil. Na ocasião, o ex-dirigente e agora membro da comissão técnica vascaína disse que o time não abria mão de disputar a Copa do Brasil, mesmo em detrimento de uma preparação especial para lutar contra o rebaixamento no Brasileiro.

“A gente hoje está pensando na Copa do Brasil, porque quartas de final, pra chegar disputa de um titulo, é um tiro curto, seis jogos pra alcançar o objetivo (do título), e a gente não abre mão disso”, declarou Zinho, antes da derrota de 3 a 0 diante do São Paulo no Morumbi. Com o resultado, que praticamente tira o time de São Januário da competição, o time deve focar mais no Brasileiro, o que faz do jogo deste domingo ainda mais decisivo.

“Além de ser o clássico de grande rivalidade, um jogo que traz motivação a mais, (o mais importante) é nossa situação nos campeonato, que ainda é uma situação muito delicada. Saímos da lanterna com o mesmo número de pontos do Joinville, a oito pontos de diferença do primeiro (fora do grupo de rebaixamento). O jogo é uma decisão, mas todos os jogos do Vasco a partir de agora se tornaram o mais importante do ano”, disse Zinho.

O auxiliar técnico do Vasco admitiu a vantagem do Flamengo em termos de preparação para a partida, já que o Rubronegro, eliminado pelo próprio Vasco do torneio de mata-mata, não jogou no meio da semana. Por outro lado, o braço direito do técnico Jorginho descartou a possibilidade influência do resultado na Copa do Brasil (no caso, uma derrota) nas partidas do Brasileirão.

“O Flamengo está numa situação bem melhor nesse sentido (tempo). A semana toda só treinando, não tem aquela adrenalina de jogo, concentração, viagem... Nossos treinamentos são mais de recuperação ou organização tática, mais nos vídeos, palestra... É muito melhor ficar só treinando, os jogadores vão pra casa, se desligam um pouco do futebol, vêem a família. Mas estamos bem conscientes que o resultado (da Copa do Brasil) não pode influenciar (no Brasileiro)”, disse.

O ideal é tratar como mais um jogo rumo à salvação ou entender a importância do cla´ssico, que é o último do ano?

Ambas as coisas, mas se tivesse que falar de um seria a primeira, mas é Flamengo e Vasco sempre vai ser um jogo importante.

Qual é a expectativa da comissão técnica para o jogo?

Está igual a dos jogadores. É um importantíssimo, decisivo, jogo bom de trabalhar, casa cheia, bons jogadores num grande clássico. É uma atmosfera muito boa, aquela coisa do clássico, que mexe com o ambiente todo.

O Flamengo leva vantagem por não ter jogado durante a semana?

O Flamengo tem a  vantagem em termos de tranquiliade pra jogar. Eles vivem uma situação bem melhor do que nossa no campeonato, mas ao mesmo tempo o Vasco vem de bons resultados (no Brasileirão ) também contra o Flamengo. Vai ser uma partida de muito equilíbrio;

O que o Vasco, dentro de suas características, precisaria fazer para ganhar?

Como a gente fez, respeitar muito o Flamengo, tem um time muito técnico, de muita qualidade, time com jogadores de seleção, é marcar muito, competir muito, diminuir os espaços do Flamengo, muita aplicação, muita determinação  pra anular o excelente time qe eles têm, sem nos desorganizar e buscar o gol.

Publicidade
Publicidade