Publicidade
Esportes
Craque

Executivo suspeito de se envolver em máfia dos ingressos se entrega à Justiça do Rio de Janeiro

O inglês CEO da MATCH Services, Raymond Whelan, era considerado foragido após Polícia Civil o considerar membro da máfia de ingressos. O bando agia negociando tiquetes de jogos da Copa do Mundo 14/07/2014 às 19:55
Show 1
Ray Whelan em foto de arquivo ao se entregar à polícia em 7 de julho
Pedro Fonseca/Reuters Brasil Rio de Janeiro (RJ)

Ray Whelan, alto executivo da companhia contratada pela Fifa para negociar ingressos da Copa do Mundo suspeito de envolvimento num esquema de venda ilegais de tíquetes para o Mundial, se entregou à Justiça do Rio de Janeiro nesta segunda-feira (14), informou o Poder Judiciário.

O inglês é suspeito de envolvimento em um esquema internacional de venda ilegal de ingressos para partidas da Copa do Mundo, que levou o Ministério Público a indiciar 12 suspeitos de integrarem uma quadrilha.

A assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça informou que Whelan entregou-se no tribunal nesta segunda-feira (14) à tarde e aguarda no local a chegada da polícia para ser levado a uma delegacia.

O executivo da Match Services, fornecedora oficial da Fifa para serviços como repasse de ingressos e acomodação, estava foragido desde que o MP apresentou denúncia à polícia contra todos os 12 suspeitos de envolvimento, em 10 de julho, determinando no mesmo dia mandados de prisão contra 11 deles, incluindo Whelan.


Publicidade
Publicidade