Publicidade
Esportes
Craque

FAF define datas e regulamento da Série B do Amazonense 2014

Reunião na sede da entidade pretende discutir como será o torneio que dará aos dois primeiros colocados a chance de disputar a elite do futebol Baré. Cinco clubes estão confirmados na competição que deve ter início no próximo mês 13/10/2014 às 16:50
Show 1
Rio Negro e Cliper disputarão a série B Amazonense ainda este ano.
Denir Simplício Manaus (AM)

Uma reunião na tarde desta segunda-feira (13), na sede da Federação Amazonense de Futebol (FAF), definirá como será a disputa da segunda divisão do futebol no Estado. O encontro conta com a presença do presidente da entidade, Dissica Valério Tomaz, além dos representantes dos cinco clubes confirmados no torneio. A competição por pouco não foi extinta do calendário da entidade por ser pouco atrativa aos torcedores e deficitária aos times locais.

Os cinco clubes que disputarão a segunda divisão do futebol amazonense são Cliper, CDC Manicoré, Tarumã, Operário e Rio Negro. Agora, a FAF discutirá a forma e as regras de disputa da competição que deve durar menos de dois meses e colocará o campeão e o vice na elite da categoria em 2015. As datas e os locais dos jogos também serão pauta do encontro, que fecha a temporada da entidade no Amazonas.

Entre os times que participarão do torneio, três são da capital e dois do interior do Estado. O Rio Negro, que é o mais tradicional entre os que disputarão a competição, caiu para a Série B justamente no ano de seu centenário, em 2013. A grande surpresa do torneio será a volta do Cliper, equipe do bairro do Parque Dez, localizado na Zona Centro-Sul da capital, que participou da segunda divisão pela última vez em 2010, acabando na quinta posição.

O Tarumã completa a lista dos clubes da capital que confirmaram a participação este ano. O time, que é conhecido por ser forte nas suas divisões de base, promete vir com tudo para a disputa da Série B de 2014. Os garotos da equipe Sub-20 se sagraram vice-campeões da Copa Norte da categoria, atuando fora de casa contra o tradicional Remo do Pará.

Dupla do interior

O CDC Manicoré tentará nesta temporada o que não conseguiu no ano passado: mesmo disputando o torneio com apenas outros dois adversários, o time do município de Manicoré (localizado a 616 quilômetros da capital) não conseguiu o acesso à primeira divisão. O “Bacurau” ficou na terceira posição e permaneceu na Série B do Amazonense.

O Operário, equipe do município de Manacapuru (localizado a 86 quilômetros de Manaus) foi campeão amazonense da Série B em 2010. O “Sapão da Terra Preta” acabou retornando para a segunda divisão em 2012, conquistando apenas 15 pontos nos dois turnos do campeonato. Com problemas financeiros, a equipe da Terra da Ciranda preferiu se ausentar do torneio no ano passado.

A expectativa é que a competição comece no início de novembro e sejam utilizados os estádios que serviriam de centros de treinamento para as seleções que disputaram a Copa do Mundo, em Manaus - o estádio Ismael Benigno (Colina) e o estádio Carlos Zamith. Dificilmente a Arena da Amazônia será liberada para algum dos confrontos da competição.

Publicidade
Publicidade