Domingo, 13 de Outubro de 2019
Craque

Fast Club já tem time titular e continua preparação pra estreia no Barezão 2015

Equipe comandada pelo treinadro Ney Júnior segue firme realizando treinamento com bola. Neste final de semana o Rolo Compressor deve esmagar mais dois adversários em jogos-treinos em Manaus



1.jpg Fast Club continua treinando forte para a estreia no Campeonato Amazonense de 2015.
05/02/2015 às 22:36

O Rolo Compressor está afiando suas peças para tentar atropelar o jejum de 43 anos sem título no Campeonato Amazonense. E a cada treino comandado pelo treinador Ney Júnior o Fast Club toma forma e ao que tudo indica será um dos fortes candidatos a arrastar a taça do Barezão 2015. O time titular está definido e quem acompanha os treinamentos da equipe no estádio da Ulbra já sabe de “cor e salteado” a escalação que conta com: Zé Carlos; Amaral, Ediglê, Márcio Abrahão e Rodrigo Ítalo; Rondinelli, Roberto Dinamite, Da Silva e Michel Parintins; Felipe e Charles Chenko.

A dupla de ataque do Tricolor se conhece desde os tempos do Nacional e estão tendo a oportunidade de jogar lado a lado sendo municiados por Da Silva e Parintins. Além de balançar as redes adversárias, Chenko e Felipe ajudam na marcação e isso faz com o meio de campo do Fast jogue compactado: quando todos não estão atacando, todos estão defendendo. Ney Júnior cobra da dupla a volta para apoiar os homens de meio-campo e na cobertura dos laterais.


“São jogadores experientes. Sabem jogar nessa função de ajudar na marcação. É a nova cara do jogador de futebol: ajudar a equipe sempre”, explicou Ney Júnior comentando que o time está à cada dia melhor. Questionado sobre a palavra que definiria a equipe, que estreia no Estadual daqui há duas semanas, o comandante fastiano definiu que a "união" do grupo é o ponto forte do time do Fast Club para a temporada.

“União. O grupo é unido e isso faz do nosso time um time forte. Sem união você não chega a lugar algum”, disse Ney Júnior observando Michel Parintins treinando cobranças de faltas. O zagueiro Ediglê também acha que o grupo é muito bom e experiente. E com a intensificação dos treinamentos a equipe virá forte pra disputa do Barezão.

“O time é bom. Está bem montado. Estou gostando muito da estrutura que temos aqui. Temos um ótimo campo.  Na verdade temos tudo o que precisamos pra fazer um bom trabalho”, avaliou o defensor de 36 anos, que confessou ainda ter gás para atuar por mais duas temporadas. O zagueiro fez parte do time campeão mundial de clubes com o Inter-RS, em 2006 e é um dos trunfos da equipe do ex-zagueiro Ney Júnior. 

O Fast Club trabalha firme com bola e nesta sexta-feira (6) não será diferente. No estádio da Ulbra o Tricolor enfrenta uma equipe amadora do bairro da Raiz, na Zona Sul da cidade, e no sábado fará mais um jogo-treino contra um selecionado local.  


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.